Rio sapeca o Brasília

Rio sapeca o Brasília

Maíra Nunes
postado em 15/11/2017 00:00
 (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press
)
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press )



Quando entrou no Ginásio Sesi Taguatinga para o confronto com o Brasília Vôlei, seu ex-time, a ponteira Kasiely suspirou e mandou um ;que saudade;. Após a temporada no DF, ela ganhou espaço na equipe mais vitoriosa do vôlei feminino nacional, comandada por Bernardinho, dono de seis medalhas olímpicas como técnico. Na hora do jogo, no entanto, Kasiely deixou o saudosismo de lado e ajudou o Rio de Janeiro a manter a invencibilidade na Superliga, com uma vitória por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/18 e 25/18, em 1 hora e 10 minutos de duelo.

Kasiely ganhou espaço numa equipe recheada de jogadoras que integram a Seleção Brasileira ou já o fizeram, como a líbero bicampeã olímpica Fabi Alvim, que defendeu a camisa verde-amarela por 13 anos. A titularidade veio com as contusões das duas Gabrielas, que nem viajaram para a partida na capital federal. ;Eu não esperava e, infelizmente, veio em função de lesões graves, mas estou feliz pela oportunidade e tentando aproveitar ao máximo;, avalia Kasiely.

Em quadra, o Brasília Vôlei começou abrindo o placar com bloqueio da ponteira Isa Paquiardi. A disputa estava ponto a ponto, com o time da casa à frente, até o placar se igualar em 7 x 7. A festa das donas da casa, porém, durou pouco. O Rio virou em 8 x 7 e disparou no placar, fechando em 25/17.

Assim como no início de jogo, o segundo set começou com o Brasília Vôlei abrindo o placar. Desta vez, a igualdade durou menos tempo ainda. Na primeira pausa técnica solicitada pelo técnico Sérgio Negrão, o placar marcava 8 x 3 para as cariocas, que não tiveram dificuldades em ganhar mais uma parcial, esta por 25 x 18. No terceiro e último set, o Rio liderou do início ao fim, embora a equipe da casa ainda tenha empolgado os fãs, que encheram o ginásio, com uma recuperada nos pontos finais.

Com a vitória, o Rio de Janeiro chega aos 20 pontos, e o Brasília se mantém com quatro. O representante do DF volta à quadra na terça-feira, contra o Barueri, time comandado pelo técnico da Seleção Brasileira feminina, José Roberto Guimarães, no Ginásio José Correa, em São Paulo.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação