Experiência em Libertadores

Experiência em Libertadores

postado em 06/01/2018 00:00


Questionado sobre suas experiências na Copa Libertadores da América ; torneio que o Flamengo disputará a partir de 28 de fevereiro ;, Jorge Luis Pinto lembrou que participou do torneio continental como técnico por três clubes diferentes: Millonarios (Colômbia), Alianza Lima (Peru) e Deportivo Táchira (Venezuela).

O técnico tem quatro participações na Libertadores. Não passou da primeira fase em nenhuma delas. Em 1985, o Millonarios terminou em terceiro lugar numa chave que tinha América de Cali, Cerro Porteño e Guaraní. Em 1997, o Alianza Lima fechou o Grupo 4 em último, atrás de Grêmio, Cruzeiro (campeão) e de Sporting Cristal (vice). Em 2000, novamente no papel de técnico do Alianza, ficou em terceiro lugar na chave de Atlético-PR, Nacional do Uruguai e Emelec. A última participação, em 2011, foi pelo Deportivo Táchira. Acabou na lanterna na chave que contava com Santos, Cerro Porteño e Colo-Colo.

Sobre o elenco do Flamengo, Jorge Luis Pinto avaliou. ;É um grupo misto. Tem jovens talentosos e jogadores de nível internacional (seleção), como Diego Alves, Paolo (Guerrero), Diego e Cuéllar. Acompanhei os jogos contra o Junior (Barranquilla) e o Independiente na Copa Sul-Americana;, frisou. (MPL)




Márcio Araújo deixa o Fla
O Flamengo acertou ontem uma ;troca; com a Chapecoense. O volante Márcio Araújo foi cedido ao clube catarinense por dois anos. O volante vai para o clube catarinense sem custo. O clube carioca pagará o salário. Em contrapartida, o clube carioca tem um novo preparador de goleiros. Após boa passagem pela Chapecoense e também pela Seleção Brasileira campeã olímpica na Rio 2016, Rogério Maia chega ao rubro-negro para trabalhar com Diego Alves, Alex Muralha, César e Thiago. Com isso, Victor Hugo deixa o cargo e o clube. O antigo preparador foi muito criticado na temporada de 2017, principalmente pelas inúmeras falhas de Muralha, que tiraram a paciência da torcida com ele e o goleiro.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação