Casados pelo pontífice a 11 mil metros do solo

Casados pelo pontífice a 11 mil metros do solo

postado em 19/01/2018 00:00
 (foto: Osservatore Romano/AFP)
(foto: Osservatore Romano/AFP)



Os chilenos Carlos Ciuffardi, 41 anos, e Paula Podest Ruiz, 39, jamais esperavam tamanha honra e surpresa, na manhã de ontem. A 36 mil pés de altitude (11 mil metros), sobre o país onde nasceram e a bordo do voo papal entre Santiago e Iquique, os dois comissários da Latam Airlines foram casados por ninguém menos do que Francisco. Pela primeira vez na história, um pontifice celebrou um matrimônio dentro de um avião. Carlos e Paula haviam se casado no civil e se viram obrigados a adiar o casamento na igreja após o terremoto de 8,8 graus na escala Richter que sacudiu o Chile, em 27 de fevereiro de 2010, provocou um tsunami e deixou ao menos 795 mortos. O casal tem duas filhas, Rafaela (6) e Isabela (3).

;Vocês são casados?;, perguntou o papa aos comissários de bordo. Os dois se sentaram ao lado do pontífice e explicaram o motivo pelo qual não tinham recebido a bênção da Igreja. Francisco escutou atentamente e tornou a questioná-los: ;Vocês querem que eu case vocês?;. ;Aqui?;, responderam Carlos e Paula, atônitos. Após a afirmativa, o papa ainda brincou: ;Estão certos disso?;.

O líder católico celebrou uma rápida cerimônia e lhes ofereceu uma ata escrita à mão, que certifica a união perante a Santa Sé. ;O dia 18 de janeiro de 2018, sobre o voo papal no trajeto de Santiago a Iquique, contraíram matrimônio o senhor Carlos Ciuffardi Elloriaga e a senhora Paula Podest Ruiz e foi presenciado pela testemunha Ignacio Cueto, sendo o Santo Padre, o papa Francisco, quem tomou o consentimento;, atesta o documento, assinado pelo pontífice apenas com o nome de ;Francisco;, pelos noivos e testemunhas.

Como presente de casamento, Francisco deu à noiva um rosário branco e ao noivo, um de cor preta. ;Isso é o que está faltando no mundo, o sacramento do casamento. Eu espero que isso motive os casais;, declarou o pontífice. Os recém-casados planejavam celebrar uma ;curta lua-de-mel; na cidade de Iquique, ontem à noite, antes do voo de retorno à capital chilena. ;É tremendamente inspirador e me preenche a alma o fato de o papa, Sua Santidade, a bordo de seu avião, nos ter oferecido celebrar o matrimônio. Foi verdadeiramente espontâneo. (;) Terminamos a viagem casados pelo papa. É uma alegria imensa;, disse Carlos. Greg Burke, porta-voz do Vaticano, contou que ;foi uma grande surpresa e uma grande alegria; o gesto de Francisco. ;Tudo é válido, tudo é oficial;, anunciou.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação