Treinadores de grife no acesso

Treinadores de grife no acesso

postado em 19/01/2018 00:00



Os campeões da Superliga B de 2017, no masculino e no feminino, conquistaram a vaga na elite após percorrerem o caminho completo, desde a disputa da Taça Prata (que classifica para a segunda divisão) à vitória na divisão de acesso. A favor de Sesc-Rj e Barueri-SP havia a experiência dos técnicos. No feminino, a classificação foi garantida pelo Barueri, comandado pelo tricampeão olímpico José Roberto Guimarães, que também lidera a Seleção Brasileira feminina. O time ; que começou do zero e com jogadoras que aceitaram atuar sem receber salários ; figura hoje na sexta posição da Superliga A.

No masculino, o Sesc-RJ chegou à segunda divisão como uma das equipes de maiores investimentos. O objetivo era a vaga, concedida apenas ao campeão. Para isso, o grupo tinha como técnico o bicampeão olímpico Giovane Gávio. O ex-jogador já havia vencido a Superliga 2010/2011 como treinador do Sesi-SP. Aos 46 anos, ele levou a equipe carioca à elite e, nesta temporada, está na vice-liderança da Superliga A, apenas um ponto atrás do atual campeão, o Sada Cruzeiro.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação