Rodando

Rodando

postado em 01/02/2018 00:00
 (foto: Fotos: Hyundai/Divulgação)
(foto: Fotos: Hyundai/Divulgação)


O motor 2.0 aspirado oferece bom desempenho ao Creta, mas apresenta funcionamento muito ruidoso em giros mais elevados. O câmbio automático de seis marchas é bem escalonado. Sua gestão é eficiente, procurando manter o motor sempre em baixas rotações, mas sem titubear em reduzir marchas quando o acelerador é provocado sempre que surge uma subida ou a necessidade de ultrapassar. Com esse comportamento, é difícil entender como o consumo de combustível é tão elevado (mesmo para um carro com essas características), muito diferente do divulgado pelo Inmetro. Já as suspensões oferecem boa relação entre conforto de rodagem e estabilidade, transmitindo confiança ao motorista. A direção tem assistência elétrica progressiva, com pesos adequados e boa sensibilidade.


Mercado

Em relação à versão de topo 2.0 Prestige, o Creta 2.0 Sport perde itens bastante interessantes, como airbags laterais e de cortina, rebatimento elétrico dos retrovisores, central multimídia com navegação, destravamento das portas, partida do motor por chave presencial e banco do motorista com ventilação. A diferença de preço entre as duas é de R$ 6.230. Os principais concorrentes desta versão do Creta são: Jeep Renegade 1.8 Limited, com motor de desempenho limitado e consumo alto, porém com boa habilidade para o fora de estrada e nível maior de conteúdo; e o bem mais caro Honda HR-V 1.8 EXL, com conjunto mecânico eficiente e mais equipamentos de série. A versão Sport do Hyundai Creta vem equipada com central multimídia mais simples do que a da topo de linha, mas executa as funções básicas e ainda traz a útil câmera de ré. Tem preço sugerido de R$ 96.350. Com a pintura metálica (R$ 1.100), a unidade testada custa R$ 97.450.


Ficha técnica
  • Motor: 2.0 de 166cv a 6.200rpm e torque de 20,5kgfm a 4.700rpm (e) e 156cv a 6.200rpm e torque de 19,1kgfm a 4.700rpm (g)
  • Dimensões: 4.270mm de comprimento; 1.780mm de largura; 1.635mm de altura e 2.590mm de entre-eixos;
  • Transmissão: automática de 6 velocidades
  • Direção: elétrica
  • Porta-malas: 431 litros
  • Suspensão: independente na dianteira e eixo de torção na traseira
  • Pneus: 215/60 R17
  • Freios: a disco na dianteira e tambor na traseira
  • Preço: a partir de R$ 96,3 mil

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação