Multidão nas ruas da cidade

Multidão nas ruas da cidade

Mais de 300 mil pessoas se entregam à folia brasiliense para curtir a animação de blocos tradicionais e estreantes. Em quatro dias, a festa da democracia e da diversidade encantou gente de todas as idades e tribos

» PEDRO GRIGORI Especial para o Correio
postado em 14/02/2018 00:00
 (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)




Nos quatro dias de folia, 309 mil pessoas, segundo balanço da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, saíram às ruas para provar a força do carnaval brasiliense. Pelo menos 136 blocos garantiram a festa no DF, que continua nesta quarta-feira de cinzas com mais três grupos. Neste ano, o glitter continuou como item indispensável e, na trilha sonora, o axé e as marchinhas de carnaval dividiram espaço com funk, rock e MPB. Após agressões no último domingo, o segundo desfile do Raparigueiros e da Baratona reuniu 70 mil foliões e encerrou a terça de carnaval com muita gente vaiando e repreendendo os brigões (leia abaixo).

O sucesso da cantora Anitta tomou conta dos principais blocos. Além do hit Vai Malandra, que levantava o público sempre que tocava, os looks usados no clipe gravado no Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, invadiram as ruas. O biquíni de fita isolante foi a maior novidade, usado por homens e mulheres. A fantasia de unicórnio, bastante adotada em 2017, seguiu na moda, mas ganhou a concorrência de sereias. Na onda do filme, a fantasia de Mulher-Maravilha apareceu com tudo.

A disputa pelo hit do carnaval se mostrou um capítulo à parte. A favorita, Que Tiro Foi Esse, cantada por Jojo Maronttinni, perdeu o posto para Envolvimento, funk de Mc Loma. A pernambucana de 15 anos bombou após um vídeo gravado com as Gêmeas Lacração viralizar na internet. Nos quatro dias de festa, o refrão grudento foi entoado em coro nas ruas da capital federal.

Até o fechamento desta edição, a polícia registrou 57 crimes em quatro dias de folia, a maioria desacato, porte de entorpecentes e furto de celular. Desde a última sexta-feira, o Detran e a PM flagraram 700 motoristas alcoolizados. O Corpo de Bombeiros atuou em 80 ocorrências, a maioria por desmaios ou coma alcoólico.



Diversidade

Uma das boas novidades do carnaval de 2018 foi o primeiro ano do bloco das Montadas (foto), que, segundo a organização, levou 15 mil pessoas para o Setor Bancário Norte no último domingo. A festa propôs para o público a diversão por meio da arte drag queen. ;No evento, tivemos apenas DJs drags, que tocaram música pop, axé e house. Também tivemos diversas drag queens locais apresentando seus shows para o público;, contou Diego Lagos, que dá vida a Mary Gambiarra, uma das seis integrantes do Distrito Drag, à frente do Montadas. A festa serve de espaço para conviver com o diferente, desconstruir gêneros e reafirmar que o amor é o mais importante. A ideia deu certo, pois o bloco está confirmado para o carnaval de 2019. ;No começo, pensamos que seria um evento para 500 pessoas, mas fomos surpreendidos. A PM nos informou que não houve ocorrências de violência na festa, então, acredito que cumprimos o nosso objetivo;, afirmou Mary Gambiarra.


Destaques da folia
; Os blocos das multidões
; Baratona (domingo) - 40 mil
; Raparigueiros (domingo) - 30 mil
; Baratona e Raparigueiros (ontem) - 70 mil
; Galinho de Brasília (segunda e sábado) - 30 mil e 20 mil
; Divinas Tetas (segunda) - 20 mil
; Tuthankasmona e Essa Boquinha eu Já Beijei (sábado) - 15 mil
; Pacotão (domingo e ontem) - 10 mil e 1,5 mil
; Eduardo e Mônica (domingo) - 10 mil

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social e Polícia Militar

Os hits do carnaval
; Envolvimento - Mc Loma e as Gêmeas Lacração
; Vai Malandra - Anitta
; Que Tiro Foi Esse - Jojo Maronttinni
; Apelido Carinhoso - Gusttavo Lima
; Chupa - Mc 2K

As fantasias mais usadas
; Biquíni de fita isolante
; Unicórnio
; Sereia
; Mulher-Maravilha
; Capa de chuva do filme It ; A coisa

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação