40 anos de Pacotão

40 anos de Pacotão

Milhares de foliões desfilam em mais um ano do bloco marcado pela irreverência e pelas críticas bem-humoradas à política brasileira. O Baratinha fez a alegria da criançada no Parque da Cidade

» SARAH PERES » MAYARA SUBTIL Especiais para o Correio
postado em 14/02/2018 00:00
 (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)




Na segunda apresentação em quatro dias de folia, o tradicional Pacotão arrastou 8 mil foliões às ruas da cidade, 2 mil a menos do que no último domingo, de acordo com os organizadores. No início da festa, a Polícia Militar contabilizou 1,5 mil foliões. O trio elétrico que embalava o público com marchinhas saiu da 302 Norte às 14h. O bloco contou, ainda, com um grupo de ritmistas. O Pacotão, que completa 40 anos em 2018, terminou a folia na 504 Sul.

Nem mesmo os 28;C de temperatura atrapalharam a brincadeira de crianças, jovens e adultos, que dançaram na avenida. Chapéus, bonés, roupas leves e havaianas ajudaram a encarar o calor intenso. Assim como no primeiro dia de desfile, o Pacotão levantou a bandeira do ;Folia Sem Dinheiro Público;, tema deste ano. O bloco costuma fazer críticas bem-humoradas à política brasileira. Entre o público, havia cartazes com os dizeres ;PEC 287 (Reforma da Previdência), se votar, não volte;.

Uma família do Gama ; o advogado Erico Fragoso, 40 anos, a pedagoga Camila Fragoso, 33, e a filha Isis, 9 ; desfilou de Minnie. ;Todo ano nos fantasiamos juntos. Neste, escolhemos essa personagem, pois acreditamos que ela se destacaria entre as fantasias;, contou Erico. ;Há três anos participamos do Pacotão por ser um bloco animado e respeitoso. Podemos aproveitar com tranquilidade;, concluiu.

Chave de ouro

A aposentada Ivonete Natalino, 55, chegou à folia como Mulher-Maravilha. Ela estava acompanhada do marido, Cícero Natalino, 57, vestido de Super-Homem, e da filha Ivina Natalino, 33, com roupa de Power Ranger amarela. O trio do Cruzeiro segue o Pacotão há 10 anos. ;A banda toca marchinhas políticas, que são tradicionais, e, mesmo que tenha pessoas com visões políticas diferentes, não há discussão. O bloco leva todo mundo, porque queremos a diversão;, afirmou Ivonete.

Os namorados Samuel Coimbra, 25, do Jardim Botânico, e Sarah Araújo, também 25, de Vicente Pires, se fantasiaram de rei e rainha. Para festejar o último dia de carnaval, o casal escolheu o samba do Pacotão para fechar o feriado com chave de ouro. ;Prefiro vir a um bloco mais família, porque os maiores têm muita confusão e briga. O estilo musical também é outro motivo;, disse Sarah.


Programação de hoje

; Bloco do Forró do B
No Setor de Diversões Sul (Conic), às 20h

; Bloco Filhos de Zé
Praça do Museu da República, com cortejo de afoxé-ijexá, às 15h

; Bloco do Bafafá
W3 Norte, com início na 302 Norte, e até a 506 Sul. Às 14h. Diversas atrações musicais.


Qual é o melhor de Brasília?
Os milhares de foliões que participaram do carnaval têm até hoje para escolher o melhor bloco de 2018. Pelo terceiro ano consecutivo, o Correio Braziliense premiará os grandes destaques da festa candanga com o Troféu #CBFolia2018. Na primeira edição, Galinho de Brasília, Baratona e Suvaco da Asa receberam o prêmio por terem sido os blocos mais votados pelos leitores. O Babydoll de Nylon recebeu o troféu concedido por uma comissão julgadora do jornal. No segundo ano, a premiação foi para os blocos Babydoll de Nylon, Eduardo e Mônica e Raparigueiros, com menção honrosa ao Divinas Tetas. Os três melhores blocos deste ano serão novamente escolhidos por voto popular, realizado por meio de uma enquete. A votação on-line pode ser feita pelo site www.correiobraziliense.com.br/carnaval2018. Outra condecoração, a de Destaque do Carnaval de Brasília, será concedida por uma comissão formada por integrantes do Correio. Nessa categoria, uma festa, uma performance, um momento ou até mesmo uma fantasia poderão levar o prêmio. Participe e poste nas redes sociais utilizando a hashtag #CBFolia2018. Que vençam os mais animados! Patrocínio: Big Box.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação