Sob o signo de Leão

Sob o signo de Leão

Victor Gammaro Especial para o Correio
postado em 19/02/2018 00:00
 (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press
)
(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press )

Terminou empatado o jogo da sétima rodada que valia a liderança do Campeonato Brasiliense. Sobradinho e Gama duelaram debaixo de sol forte, ontem, e ficaram no 2 x 2. A partida foi marcada por falha dos dois goleiros, pênalti perdido pelo Leão e a falta de água no Estádio Augustinho Lima.

Sob muito calor, os times pouco criaram até os 30 minutos do primeiro tempo. Aos 31, o Sobradinho começou uma pressão que durou até o fim da primeira etapa. Após cobrança de escanteio, o goleiro Léo saiu mal e Geovane tocou de cabeça para abrir o placar. O time anfitrião atacava muito pelo lado esquerdo, nas costas do lateral alviverde Marcos Douglas.

Dez minutos após o gol, Mirandinha foi derrubado por Léo, e o árbitro Gildevan Lacerda marcou o pênalti. Na cobrança de Everton, ex-Gama, boa defesa do goleiro do Periquito. Aos 43, o mesmo Mirandinha driblou o dono da meta alviverde e tocou para o fundo da rede. Entretanto, o gol foi anulado pelo auxiliar Kleber Alves. Ele assinalou impedimento na jogada.

Duas curiosidades marcaram o intervalo da partida. O único bar do Augustinho Lima não atendeu à demanda por garrafinhas d;água dos poucos mais de 840 presentes no estádio, e os torcedores ficaram com sede. Nas torneiras, também não havia água. Além disso, o técnico Ricardo Antônio preferiu não ir para o vestiário durante os 15 minutos de descanso. O comandante do Gama deu as instruções aos atletas dentro do gramado.

O Gama foi melhor durante quase toda a etapa final. Aos 8, em cobrança de falta, Tarta chutou forte, e o goleiro Leo, xará do camisa 12 alviverde, espalmou para dentro do gol do Sobradinho. Era o empate do Gama. Mesmo com o visitante mandando na partida, o Leão da Serra fez o segundo, com outra bola alçada na área, dessa vez para a cabeçada do zagueiro Igor, livre de marcação, aos 15 minutos.

A partir daí, só o Gama jogou. A pressão surtiu efeito aos 22 minutos, quando Jacó aproveitou cruzamento na área para empatar. Novamente, o goleiro Leo espalmou a bola para as próprias redes. A sequência de falhas do goleiro do Sobradinho fez com que o torcedor do Gama ovacionasse o jogador rival. ;Goleiro, goleiro!”, gritavam os mais animados. Na última chance alviverde, porém, Leo salvou o Leão em um belo voleio de Dener.

Após o empate, Ricardo Antônio admitiu que o resultado não foi ruim. ;O adversário não é líder à toa, fazer um ponto na casa deles tem um sabor bom;, disse. No próximo domingo, o Gama visita o Paracatu, em Minas Gerais, enquanto o Sobradinho vai ao Abadião enfrentar o Ceilândia. Com o placar, o Leão continua na liderança do Candangão, agora com 14 pontos. Em segundo, com 13, o Gama também não deve ser alcançado, mas pode ver o Real colar na tabela, caso vença o Formosa, amanhã, no Bezerrão.

Brasiliense

Na estreia do técnico Aílton Ferraz, o Brasiliense venceu o Paranoá, ontem à tarde, no Mané Garrincha, por 3 x 0. Dois gols de Romarinho e um de Nunes garantiram o placar. As últimas duas semanas do atual campeão candango foram tumultuadas, após as eliminações na Copa do Brasil, diante do Oeste-SP, e da Copa Verde, contra o Atlético Itapemirim-ES.

CLASSIFICAÇÃO

PG J V SG
1. Sobradinho 14 7 4 3
2. Gama 13 7 4 7
3. Paracatu 13 6 4 4
4. Ceilândia 10 4 3 5
5. Brasiliense 10 5 3 4
6. Real 10 6 3 2
7. Luziânia 10 6 2 4
8. Bolamense 6 6 2 -3
9. Formosa 6 6 2 -5
10. Paranoá 4 6 1 -5
11. Samambaia 4 7 1 -7
12. Santa Maria 1 6 0 -9

7; rodada

Ontem
Sobradinho 2 x 2 Gama
Luziânia 2 x 0 Samambaia
Bolamense 1 x 2 Ceilândia
Paracatu 3 x 1 Santa Maria
Brasiliense 3 x 0 Paranoá
Amanhã
15h30 Real x Formosa
(Bezerrão)


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação