Identidade preservada

Identidade preservada

Experimentamos o novo Audi Q5 2.0 TFSI Ambition, que cresceu, ganhou novo visual e perdeu uns quilinhos, mas manteve bom conjunto mecânico e generosa lista de equipamentos

» Enio Greco Especial para o Correio
postado em 22/02/2018 00:00
 (foto: Audi/Divulgação)
(foto: Audi/Divulgação)


A Audi, como várias montadoras, tem buscado padronizar a sua linha, seja no visual ou no compartilhamento do conjunto mecânico. E isso fica mais uma vez evidente na segunda geração do SUV médio Q5, que veio do México para o Brasil. O modelo ficou mais moderno, com desempenho empolgante, e traz uma lista de itens de série que pode não ser a mais completa, mas traz importantes equipamentos de segurança e conforto. Testamos a versão topo de linha Ambition, que tem preço salgado, mas não muito distante da concorrência.

O modelo ficou um pouco maior do que a geração anterior, mas perdeu 50 quilos, graças ao uso de aços mais resistentes e alumínio em sua construção, e ganhou a nova identidade visual da marca alemã, com grade frontal trapezoidal mais ampla e conjunto óptico que engloba faróis Full LED com desenho retangular, luzes diurnas e de neblina. O desenho não é muito ousado, é mais discreto, mas não deixa de ser imponente. As laterais lisas, sem frisos e cromados, trazem apenas um vinco que se estende da parte superior do farol à lanterna traseira, destacando a linha de cintura suavemente acentuada.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação