Conquistas e preconceito

Conquistas e preconceito

postado em 02/03/2018 00:00
Apesar da carreira ainda iniciante, Isa já coleciona algumas conquistas marcantes. Segundo ela, os títulos da Taça Brasília, no ano passado, e do Campeonato Brasiliense por dois anos consecutivos, em 2012 e 2013, foram especiais. Ela recorda ainda de um torneio escolar na França, de onde trouxe a medalha de ouro.

Em casa, Isa tem três irmãos. Eles não gostam de futebol, mas nunca deixaram de incentivá-la. ;Sempre tive o sonho de jogar, mas eu nunca imaginava que eu fosse chegar à Seleção principal de futsal;, conta.

No entanto, também existem as dificuldades. O preconceito é ainda algo bastante presente. ;A gente ouve vários comentários, como ;isso não é coisa de mulher; e ;menina que joga bola quer ser homem;;, relata a atleta. Mas, para ela, há esperança de que a cultura machista receba em breve um definitivo cartão vermelho.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação