Motorista evita atropelar um cachorro e capota

Motorista evita atropelar um cachorro e capota

postado em 19/03/2018 00:00
 (foto: CBMDF/Divulgação)
(foto: CBMDF/Divulgação)

Um acidente de trânsito perto de Brazlândia deixou ontem seis pessoas feridas e uma morta. As vítimas estavam em um Corsa Classic. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a motorista teria perdido o controle ao tentar desviar de um cachorro que atravessou a pista. O veículo bateu contra um poste de iluminação pública e capotou ao cair de uma ribanceira.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Raquel Macedo Sintra, de 24 anos, morreu no local. A motorista do Corsa foi levada para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) com suspeita de traumatismo cranioencefálico e com um hematoma no olho direito. Além dos bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ajudou a socorrer as vítimas. O acidente aconteceu por volta das 5h30, na região conhecida com Roda D;Água.


Além da condutora e da passageira que morreu, o carro era ocupado também por Antônio Conceição dos Santos, 22. Ele teve sangramento nasal e reclamava de dores generalizadas. Maíra Souza Santos, 18, teve escoriações pelo corpo. Ambos foram encaminhados ao Hospital de Ceilândia. Evandro Gomes de Oliveira, 30, teve fratura no fêmur esquerdo e escoriações pelo corpo. Ronaldo Caixeta Antônio Lopes, 21, ficou com dores generalizadas, assim como Izael Ferreira da Silva, 29. Os dois foram levados para o Hospital Regional de Brazlândia (HRBZ).

Até o helicóptero da corporação foi acionado para prestar o socorro. Segundo informações do CBMDF, o acidente não causou impacto no trânsito. O local ficou a cuidados da Polícia Militar.

Outro caso
No fim de semana anterior, um acidente na BR-070, em Cocalzinho de Goiás, provocou quatro mortos. O acidente envolveu um Peugeot/208, com placa do Distrito Federal, e uma Toyota Hilux, com placa de Cocalzinho de Goiás. No carro de Brasília, estava o pai José Augusto de Moraes Preto, 26 anos, que conduzia o veículo, a filha, Maria Julia Medeiros de Moraes, 4 anos, que estava na cadeirinha no banco de trás do carro. A suspeita é de que a mãe, Fernanda Sena de Medeiros, 25 anos, estaria ao lado da criança, sem o cinto de segurança, pois foi arremessada para fora do veículo.

A família, que era de Taguatinga, morreu no local. Na Hilux, o vice-prefeito de Cocalzinho, Alair Rabelo, conhecido como Nenzão (PSD) conduzia o automóvel. Ao lado dele, estava o filho Yago Azevedo e, no banco detrás, o genro Bruno Rodrigo Abreu de Morais, 25 anos. Ele morreu na hora.

A suspeita é de que uma ultrapassagem perigosa pode ter sido a causa da tragédia.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação