Curiosidades

Curiosidades

postado em 19/03/2018 00:00
Confira fatos sobre a vida de Nise da Silveira (1905-1999), psiquiatra alagoana, que se opôs à psiquiatria vigente à época dela.

1. Em vez de choques violentos, camisa de força e isolamento, Nise da Silveira propôs um modelo de tratamento humanizado, que reabilita pacientes por meio da arte. Além de terapêutico, a atividade fez com que alguns pacientes se tornassem artistas.

2. Pioneira, Nise era a única mulher em uma turma de 157 alunos quando frequentava a Faculdade de Medicina da Bahia, em 1926. Ainda na graduação, a alagoana apresentou o estudo Ensaio sobre a criminalidade da mulher no Brasil.

3. Nise era defensora da loucura. Ela dizia que havia uma loucura necessária para viver. ;Não se cura além da conta. Gente curada demais é gente chata. Todo mundo tem um pouco de loucura. Vou lhes fazer um pedido: vivam a imaginação, pois ela é a nossa realidade mais profunda. Felizmente, eu nunca convivi com pessoas muito ajuizadas;.

4. Durante os anos de 1934 e 1936, Nise foi presa política, acusada de envolvimento com ideologias comunistas.

5. A psiquiatra chegou a ser citada por Graciliano Ramos no livro Memórias do cárcere e a ser convidada por Jung a estudar com ele no Instituto Junguiano, na Suíça.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação