Fé e devoção na Catedral

Fé e devoção na Catedral

Missa de lava-pés, que marca a data de demonstração de afeto, serviço e perdão de Jesus aos apóstolos durante a Santa Ceia, contou com a participação de mais de 1,2 mil fiéis. Hoje, o cardeal dom Sergio da Rocha preside o rito da Paixão de Cristo

» DEBORAH NOVAIS ESPECIAL PARA O CORREIO
postado em 30/03/2018 00:00
 (foto: Fotos: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
(foto: Fotos: Antonio Cunha/CB/D.A Press)

Cerca de 1,2 mil pessoas compareceram à Catedral Metropolitana de Brasília ontem à noite para a missa de lava-pés. Dom Marcony Ferreira, bispo auxiliar da arquidiocese da capital federal, era o responsável pela celebração e recordou o grande gesto de humildade feito por Jesus Cristo na Santa Ceia, no dia anterior à crucificação. Na data, há 1985 anos, Cristo lavou os pés dos doze apóstolos, inclusive Judas Iscariotes, como forma de demonstração de afeto, serviço e perdão. O dia faz parte do Tríduo Pascal, que inclui a Sexta-feira Santa e o Sábado de Aleluia, anteriores à ressurreição de Jesus, na Páscoa.
O canto inicial sobre o amor de Jesus na Ceia Pascal começou por volta das 20h, seguido da entrada do celebrante da cerimônia. ;A nossa vida tem de ser um constante serviço;, disse dom Marcony durante a homilia, que pregou o amor ao próximo e o tratamento igualitário. Para demonstrar o serviço com a comunidade e a possibilidade de salvação de todos, o bispo lavou os pés de 12 fiéis, pontualmente às 21h. Após a missa, a adoração ao Santíssimo Sacramento seguiu até a meia-noite.


No fim da missa, as pessoas se cumprimentavam e se abraçavam. ;Esta época renova o sentido de ser irmão, de família. A gente não só lembra que Jesus ressuscitou, mas revive isso e tem esperança;, disse a professora aposentada Lineusa Amorim, 57 anos.

Às 15h de hoje, o cardeal dom Sergio da Rocha preside o rito de Celebração da Paixão de Cristo. Dividida em três partes, a cerimônia é composta pela Liturgia da Palavra, a Adoração da Cruz e a Comunhão Eucarística. Em seguida, a Via-Sacra encena o trajeto de Jesus à cruz e percorre a Esplanada dos Ministérios, em procissão que passa por 14 locais a partir da Catedral. O mesmo evento ocorrerá em outras cidades do DF (veja quadro). Amanhã, às 20h, é a vez da Vigília Pascal, também celebrada por dom Sergio. Na cerimônia, os fiéis iluminam a catedral com velas.

Morro da Capelinha
A tradicional Via-Sacra do Morro da Capelinha, em Planaltina, chega à 45; edição hoje, às 16h, com expectativa de receber 150 mil fiéis, de acordo com a organização. Cerca de 1,4 mil voluntários estão envolvidos na organização do evento. A DF-230 terá sentido único, a partir das 13h, no trecho entre o Colégio Agrícola e a rotatória com a DF-130. Uma das quatro vias de acesso ao Morro da Capelinha será fechada para passagem dos pedestres. As demais pistas serão destinadas ao trânsito de veículos, situações de emergência e para a produção do evento. O acesso à área do evento se encerrará às 21h.



O que abre e o que fecha

Serviços

; Caesb
Atendimento pelo telefone 115 opera em sistema de plantão de sexta a domingo. Os escritórios param na quinta e reabrem na segunda-feira, das 8h às 18h.

; CEB
Atendimento pelo telefone 116 em sistema de plantão. Escritórios reabrem na segunda-feira, das 8h às 17h30.

; DFTrans
Na sexta, os horários dos ônibus seguirão a tabela horária de domingo.

; Hemocentro
Fechado na sexta. No sábado, atendimento normal das 7h às 18h. Não abre aos domingos.

; Metrô
Sexta, das 7h às 19h; sábado, das 6h às 23h30 e domingo, das 7h às 19h.

; Procon
Fechado de sexta a domingo.
; Polícia Civil
Delegacias funcionam em esquema de plantão, assim como nos demais feriados e fins de semana.

; Secretaria de Saúde
Emergências dos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento funcionam normalmente. Ambulatórios e Unidades Básicas de Saúde não abrem.

; Comércio
Lojas de rua e dos shoppings estarão fechadas na sexta. Reabrem no sábado.

; Detran
Sem expediente no feriado e fim de semana.

Lazer

; Casa do Cantador
Não abre na sexta; no sábado, funciona das 8h às 18h. No domingo, estará fechado.

; CCBB
Fechado na Sexta-feira Santa. Sábado e domingo, a programação é normal, das 9h às 21h.

; Cine Brasília
Programação normal de sexta-feira a domingo. Primeira sessão às 15h e a última, às 20h45.

; Jardim Zoológico
Aberto de sexta a domingo, das 8h30 às 17h.

; Jardim Botânico
Fechado na sexta-feira. Reabre no fim de semana, das 9h às 17h.

; Museu Nacional
Aberto de sexta-feira a domingo, das 9h às 18h30.

; Parque Nacional de Brasília
Fechado na sexta-feira. Reabre no fim de semana, das 8h às 16h.

; Torre de TV
Fechada no feriado. Retorno das atividades na segunda-feira.


Programe-se

Confira os horários das vias-sacras pelo Distrito Federal

; Plano Piloto
Catedral Metropolitana
Horário: a partir das 15h
Local: procissão pela Esplanada dos Ministérios, no quadrilátero em frente à Catedral.

Santuário São Francisco de Assis
Horário: às 17h
Local: 915 Norte

; Cruzeiro
Paróquia Santa Terezinha
Horário: às 18h30
Local: SHCES, Quadra 801, Lote 2

; Águas Claras
Paróquia São João Paulo II
Horário: a partir das 8h30
Local: Saída da procissão na Quadra 107 ; Rua Alameda das Acácias (em frente ao Condomínio Vinícius Resort)

; Ceilândia
Paróquia São José Operário
Horário: a partir das 15h
Local: QNQ 5, Área Especial, Lote D ; a celebração começará com missa. Depois, a procissão sairá nas ruas da QNQ. A crucificação

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação