Clássico do prejuízo

Clássico do prejuízo

No confronto brasileiro pela competição continental, Cruzeiro e Vasco não passam do 0 x 0, no Mineirão, seguem sem vitória e na metade inferior do Grupo E. Times se voltam agora às finais estaduais

postado em 05/04/2018 00:00
 (foto: Douglas Magno/AFP)
(foto: Douglas Magno/AFP)




Ainda em busca da primeira vitória no Grupo E da Copa Libertadores, Cruzeiro e Vasco empataram sem gols, ontem, no Mineirão. O resultado não agradou a nenhum dos dois times, no primeiro duelo brasileiro nesta edição da competição continental.

As duas equipes se mantiveram na metade inferior da chave, agora com um ponto cada. A liderança da chave pertence ao Racing, que soma os mesmos quatro pontos da Universidad de Chile, mas leva vantagem no saldo de gols.

De olho também nas finais dos estaduais, Cruzeiro e Vasco fizeram um duelo de boas oportunidades de gol somente no segundo tempo, após uma etapa inicial de poucas emoções. Jogando em casa e com uma equipe mais estrelada, o time mineiro foi ligeiramente superior no segundo tempo. As melhores chances do grupo celeste tiveram a participação do atacante Sassá, que entrou no intervalo no lugar de Rafinha, mas não conseguiu transformar a boa presença de área em gols. Por três vezes, o goleiro Martín Silva, da equipe cruz-maltina, defendeu finalizações do camisa 23. Sem balançar a rede, porém, o Cruzeiro saiu de campo sob vaia da torcida.

A nota triste do confronto foi a lesão de Paulinho, do Vasco. O jogador, que vinha sendo um dos principais da partida, sofreu queda feia sobre o braço esquerdo, e o cotovelo saiu do lugar. Reclamando de fortes dores, ele precisou ser substituído.

Após a partida, o meia Evander lamentou as chances desperdiçadas pelo Vasco, mas destacou que o ponto conquistado é para ser comemorado. ;Pelo que a gente fez no jogo, acho que foi até um resultado ruim. No entanto, por estarmos fora de casa, contra o Cruzeiro, temos que achar que foi bom;, afirmou.

O próximo desafio do Cruzeiro na Libertadores será contra a Universidad de Chile, em 19 de abril, no Estádio Nacional de Santiago. Na mesma data, o Vasco pegará o Racing, no El Cilindro, em Avellaneda (ARG).

As equipes vão focar as atenções agora nas decisões estaduais. O Vasco tem vantagem contra o Botafogo porque venceu o jogo de ida por 3 x 2 no Campeonato Carioca. Já o Cruzeiro levou 3 x 1 do arquirrival Atlético-MG na ida, apesar de registrar a melhor campanha na primeira fase do Campeonato Mineiro.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação