Márcio Cotrim

Márcio Cotrim

marciocotrim@facbrasil.org.br www.marciocotrim.com.br
postado em 28/04/2018 00:00
Brincar com as palavras

É bom, é gostoso, é surpreendente. Nada de gramática, de teorias literárias, nenhum compromisso com exigências formais, regras de acentuação, essas coisas. Transgressão total, o chamado besteiro!

Isso lembra Millôr em seu Dicionovário, publicado por tantos anos na revista O Cruzeiro ; que, é bom saber, chegou a tirar, há 50 anos, 750 mil exemplares semanais, e só de venda em bancas, sem assinaturas! O equivalente, hoje, a o quê, uns 10 milhões de exemplares, uma das maiores circulações do mundo, não é verdade?

A coluna provocava frouxos de riso, como se dizia na época. Não ensinava coisa alguma, nem queria. O negócio era descobrir o potencial de humor escondido em certas palavras. Nada mais.

Hoje peço licença para fugir dos assuntos sérios e do estilo do cronista, como definia um prezado amigo e bom observador. Deixo de desancar os pobres e operosos senhores parlamentares e de falar na polpuda remuneração dos professores. Vamos, juntos, desopilar o fígado e curtir este sábado com um bom aperitivo para o almoço, que tal?

Músculos faciais a postos, sem esquecer de agradecer as dicas do grande Millôr, de nosso Zé, aqui do Correio, do José Paulo Alvim, de Luiz de Fora, e do Rondinelli Braga, de Açailândia, no Maranhão.

; Cleptomaníaco ; Fã de Eric Clapton.

; Leilão ; Uma grande Leila ; por exemplo, a nossa linda brasiliense, campeã de vôlei.

; Destroços ; Uma dezena de coisas.

; Veemente ; Aquele que olha e não conta a verdade.

; Ministério ; Aparelho de som de tamanho reduzido.

; Pressupor ; Colocar preço em alguma coisa.

; Cerveja ; O sonho da maioria das revistas.

; Bimestre ; Quem tem dois títulos de mestrado.

; Violentamente ; Viu com lentidão.

; Diabetes ; As dançarinas do diabo.

; Aspirado ; O ás do baralho completamente maluco.

; Barracão ; Proibição da entrada de cachorros.

; Estouro ; Boi que sofreu operação de mudança de sexo.

; Volátil ; Avisar ao tio que você vai lá.

; Gincana ; Bebida que contém gim e cana.

; Homossexual ; Sabão em pó para lavar as partes íntimas.

; Superstição ; Negro muito parrudo.

; Halogênio ; Forma de cumprimentar pessoa muito inteligente.

; Detergente ; Ato de prender seres humanos.

; Barganhar ; Receber botequim de herança.

; Artesão ; Aparência de excitação.

; Larguei ; Asilo de bichas.

; Fanfarra ; Diversão dos admiradores do artista.

; Patológico ; Anatídeo coerente.

; Maratona ; A superfície do oceano.

; Solução ; Pedido que o lusitano faz ao barbeiro quando quer perfumar-se

; Padecimento ; Pá contendo cimento.

; Tamanco ; Quem se apresenta claudicante.

; Negativa ; Mulata muito trabalhadora.

; Armarinho ; Brisa que vem da praia.

; Esfera ; Leão domesticado.

; Tripulante ; Especialista em salto triplo.

; Quilombo ; Expressão de admiração quando avistamos um belo traseiro.

; Abismado ; Pessoa que caiu no abismo.

; Amazonas ; Apreciador de zonas de meretrício.

; Missão ; Culto religioso de três horas de duração.

; Filatelia ; Quem tomava conhecimento de tuas idéias junto com o pessoal que esperava um atrás do outro.

; Ultrajar ; Vestir-se excessivamente bem.

; Estrabismo ; Um abismo a mais.

; Contribuir ; Ir para algum lugar em companhia de vários índios.

; Pornográfico ; O mesmo que colocar no desenho.

; Amador ; O mesmo que masoquista.

; Coaxar ; Achar em conjunto com outros.

; Edifício ; Antônimo de é fácil.

; Extenso ; Pessoa muito tranqüila depois de passar pelo psiquiatra.

; Perigosa ; Personagem de José de Alencar em estado de êxtase com Ceci.

Eis aí a brincadeira, prezada leitora, amigo leitor. Resistir, quem há-de?

Deixo para outro dia palavras de outro besteirol, um vocabulário inglês-português com mesma verve. Por ora, afrouxe as bochechas, vá tomando sua cervejinha enquanto aguarda a feijoada. Mas não se esqueça da recomendação de Stanislaw Ponte Preta, o saudosíssimo Sérgio Porto: feijoada, para ser completa, tem que ter ambulância na porta;


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação