Grita geral

Grita geral

postado em 27/05/2018 00:00


DFTRANS
Sistema fora do ar
Bruna Santos, 22 anos, estudante e moradora de Samambaia, procurou o Grita Geral para reclamar que o sistema de cadastro do Bilhete Único na estação Furnas estava fora do ar há dois dias, nas duas tentativas que ela fez para adquirir o cartão. ;Eu fui na quarta-feira pela manhã e o atendente do metrô disse que o sistema estava fora do ar, retornei na quinta à tarde e novamente estava fora do ar. Se o intuito era colocar os atendentes do metrô para agilizarem a demanda de cadastro e diminuírem a fila do DFTrans, isso não está funcionando bem, porque eu tive que me dirigir a um ponto do DFTrans para finalmente conseguir fazer meu cartão. Ou seja, em nada os pontos do metrô têm facilitado a vida de nós passageiros; critica a jovem.

; Por meio de nota, o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) informou que não houve nenhuma interrupção intermitente no sistema de cadastros. Pode ter ocorrido algum problema pontual na estação Furnas. A autarquia informa, ainda, que há 20 postos de atendimento em todo o Distrito Federal para fazer o cartão vale-transporte. O Metrô-DF informou que não constam registros de falhas nos equipamentos da Estação Furnas. Os empregados da estação não relataram problemas nos dias informados pela usuária.


SAMAMBAIA SUL
Segurança
Suelen Barbosa, 30 anos, enfermeira, entrou em contato com coluna para reclamar sobre a falta de policiamento na região da Samambaia Sul, próximo as QN e QR 122. ;São quadras perto do metrô, área de grande circulação e tem, no mínimo, uns três campos abertos vazios, o que propiciam a ocorrência de crimes. Quase não vejo policiamento nessa região e são constantes as reclamações da população sobre assaltos ou tentativas de assalto. A polícia precisa dar um atendimento em especial nessas áreas de grande circulação de pessoas;, ressalta a moradora, que solicita providências.

; A Polícia Militar informa que vem trabalhando de forma sistemática na cidade de Samambaia, intensificando o policiamento em áreas consideradas mais críticas, com base em manchas criminais. Segundo dados da Secretaria de Segurança, os números de roubo a pedestres na região de Samambaia tiveram redução de 28,60% nos meses de janeiro e fevereiro, se comparado com o mesmo período do ano passado. Isso se deve ao trabalho constante dos órgão de segurança do DF. A pasta acrescenta ainda que é muito importante que a população acione a Polícia Militar em caso de crimes ou suspeita de crimes e registre ocorrências em delegacias de Polícia Civil. Além disso, a PM reforça que é preciso ter em conta que locais como campos abertos, mal iluminados, com mato alto, também influenciam na ocorrência de delitos. Assim, enfatiza que a população entre em contato com a Administração Regional e informe a respeito desses locais.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação