Outra vez deu Correio

Outra vez deu Correio

» INGRID SOARES ESPECIAL PARA O CORREIO
postado em 05/06/2018 00:00
 (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)


O Correio Braziliense ganhou ontem, pela segunda vez o VI Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal. Com textos de Natália Lambert e Guilherme Goulart, a série de reportagens Césio 137: 30 anos de um inimigo invisível, aprofundou as causas e as consequências do acidente radioativo com Césio 137, em 1987, em Goiânia, que resultou na morte de, pelo menos, 66 pessoas e na contaminação de outras 1,4 mil. A série foi publicada entre 3 e 8 de setembro de 2017.

A cerimônia de entrega dos prêmios foi realizada, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), que ressaltou a importância e a qualidade da reportagem investigativa. O jornalista Guilherme Goulart destacou que espera que o trabalho realizado atue como instrumento para que as vítimas jamais sejam esquecidas. Na categoria impresso, o Correio disputou com duas reportagens do Estado de S. Paulo, uma sobre universidades federais, com denúncias por fraude em cotas, e outra sobre uma investigação da MPF a respeito da mutilação juvenil.

Ao todo, 125 iniciativas concorreram em quatro categorias, como Ministério Público, Jornalismo, Responsabilidade Social e Advocacia de Direitos Coletivos, e foram analisados por jurados que levaram em consideração aspectos como eficiência, alcance social, criatividade, potencial de multiplicação e complexidade.

Entre os integrantes da comissão julgadora, estavam o presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti; a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e a diretora da Organização das Nações Unidas (ONU) Mulher, Nadine Gasman.

José Robalinho destacou o papel crucial da imprensa na contribuição à democracia. ;Fico feliz pela qualidade do trabalho do Correio. Estamos homenageando os bons trabalhos que ajudam a transformar a sociedade, mostrando que essas parcerias são importantes para auxiliar nessa mudança. A imprensa tem o papel da democracia e ajuda a destacar soluções para a construção de um país melhor;.

Em 9 de maio de 2017, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) também concedeu o prêmio ao Correio, pela série de reportagens #XôPrivilégio: hora de tirar os políticos da redoma.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação