Curtas

Curtas

postado em 08/06/2018 00:00
 (foto: Camila de Magalhães/FAC/D.A Press)
(foto: Camila de Magalhães/FAC/D.A Press)
; Marketing esportivo
Correio sedia debate
Amanhã e sábado, o auditório do Correio abre as portas para o debate sobre marketing na indústria esportiva. O evento será ministrado por Rafael Zanette, especialista em gestão e marketing esportivo no futebol, e vai contar com a presença da brasiliense Leila Barros, medalhista olímpica de vôlei. Aberto a estudantes e profissionais interessados em discutir as tendências da indústria esportiva, na sexta-feira ocorre das 19h30 às 22h30 e, no sábado, das 9h30 às 12h30 e das 14h às 18h. Os presentes receberão certificado de participação. As inscrições podem ser feitas pela internet, por meio do site oficial do evento: https:/bit.ly/2HYEiva. O investimento no workshop é de R$ 180, sendo que assinantes do Correio têm 20% de desconto. Sócio-torcedores de qualquer time têm 10%. O endereço é SIG, Quadra 02, n; 340, Edifício Edilson Varela. Mais informações pelo Facebook: http:/bit.do/efLiW ou Instagram:@grupo.markteam.



; Leio e escrevo meu futuro
Turminha de Taguatinga
Vinte e sete crianças da Creche Cantinho da Paz (foto), de Taguatinga, estiveram ontem na sede dos Diários Associados. A garotada teve a oportunidade de conhecer todo o processo de produção do jornal, passando pela Redação e Parque Gráfico, além de entender um pouco mais sobre a história do Correio, que nasceu com Brasília. O grupo viu ainda como são catalogadas as edições anteriores do impresso, no Centro de Documentação (Cedoc). Os pequenos também visitaram os estúdios da rádio Clube FM. Para a diretora da creche, Iléia Costa, a experiência foi transformadora, pois mostrou novas possibilidades, mesmo antes de aprenderem a ler e a escrever. ;Nessa fase, é importante eles saberem como acontecem as coisas, como o mundo funciona. Eles fazem uma leitura de mundo. Vamos aproveitar o que viram para trabalhar na escola os meios de comunicação, com um olhar diferente. As crianças vão montar um jornal e levar para os pais;, destaca a educadora. Os alunos Moisés Rodrigues e Sophia Rocha, 5 anos, ficaram admirados com o processo de impressão. ;Aprendi sobre o coração do jornal;, comentou a garota. A visita faz parte do projeto Leio e Escrevo meu futuro, desenvolvido pela Fundação Assis Chateaubriand. Informações sobre agendamento pelo site www.facbrasil.org.br.


; Homicídio
Policial investigado
O policial militar que atirou e matou Rafael dos Santos Barbosa, 32 anos, é investigado por homicídio. A cena do crime e a forma como a vítima foi morta ; com tiros a curta distância na cabeça e no pescoço ; levaram os investigadores da 15; Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro) a descartarem a versão do PM de que teria reagido a um assalto. O crime aconteceu na quarta-feira, no centro de Centro de Ceilândia. O delegado-chefe da 15; DP, André Leite, afirma que vítima e autor moravam na mesma rua, se conheciam, e beberam juntos antes do crime. ;Temos imagens deles saindo juntos do último bar em que estiveram. Deve ter havido discussão que culminou com os disparos;, suspeita o delegado. O policial foi ferido por um tiro na perna e está hospitalizado. Assim que receber alta, deverá ser submetido a exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML) para que os peritos tracem o trajeto da bala no corpo dele. De acordo com o delegado, Rafael Barbosa não tinha antecedentes criminais e trabalhava em um comércio. Após a notícia ser veiculada, conhecidos dele compareceram à delegacia espontaneamente para contestar a versão de que ele seria criminoso. Ele era casado e deixou um filho de cerca de 2 anos.


; Quadrilha
Ladrões de celulares
Nove mandados de prisão preventiva foram cumpridos no Distrito Federal ontem contra acusados de furtar celulares durante a Parada LGBT, em São Paulo, em 3 de junho, na Avenida Paulista. Ao todo, a Polícia Civil do DF prendeu 15 pessoas. Na terça-feira, quatro homens e duas mulheres foram presas pela Polícia Civil do Distrito Federal ao desembarcar na Rodoviária Interestadual de Brasília com 43 celulares. A ação faz parte da Operação Sem Conexão, que tem como objetivo desbaratar grupo criminoso especializado em furto e receptação de celulares em grandes eventos festivos. As investigações, que duraram cerca de quatro meses, revelaram que havia uma rede especializada na subtração, receptação e inserção dos celulares furtados no mercado. Os autores selecionavam eventos em todo o país. Havia, inclusive, de acordo com o delegado Ronney Matsui, da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), associados que transportavam os criminosos e recebiam, como pagamento, celulares furtados. ;Eles eram motoristas de aplicativo de transporte e não tinham passagem criminal;, afirmou o delegado. Para combater o comércio ilegal de aparelhos celulares no Distrito Federal, a Polícia Civil disponibiliza canais para envio de informações, vídeos ou imagens. É possível denunciar pelo telefone 197, opção 0, pelo e-mail denuncia197@pcdf.df.gov.br ou pelo WhatsApp (61) 98626-1197.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação