Ares de Guerra Fria

Ares de Guerra Fria

postado em 05/07/2018 00:00
O envenenamento de Sergei e Yulia Skripal com o agente neurotóxico Novichok deflagrou a mais séria crise diplomático entre a Rússia e o Ocidente desde o fim da Guerra Fria, no início dos anos 1990. Indignada com a exposição de cidadãos a uma substância classificada como arma química, proibida por convenção internacional da qual Moscou é signatária, a primeira-ministra Theresa May determinou a expulsão de dezenas de diplomatas russos e o fechamento de instituições culturais. A medida foi seguida pelos aliados da União Europeia e da Otan, com destaque para os Estados Unidos, e resultou em um total de mais de 100 diplomatas mandados de volta para a Rússia ; que nega qualquer envolvimento, acusa Londres de mover uma ;campanha hostil; e adotou medidas recíprocas.

O impasse teve desdobramentos sobre a Copa do Mundo, com a ausência de qualquer representante do governo britânico ou da família real. O novo incidente projeta sombra para as próximas etapas do torneio, diante da possibilidade de uma partida decisiva entre a seleção inglesa e os anfitriões. Caso vençam os respectivos adversários, sábado, nas quartas de final, russos e ingleses disputarão uma das semifinais, na quarta-feira, em Moscou.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação