Arenas olímpicas impulsionam o turismo

Arenas olímpicas impulsionam o turismo

postado em 05/07/2018 00:00
A quantidade de turistas que havia diminuído após a queda da União Soviética, ocorrida em 1991, voltou a crescer com a construção das arenas olímpicas entre 2007 e 2010. Nesse período, a cidade passou a contar com cerca de 3,5 a 4 milhões de turistas por temporada. Dois anos após os Jogos Olímpicos de 2014, a média saltou para 6,5 milhões de turistas anuais.
Durante a Copa, as praias de areia escura e muitas pedras estavam tomadas de pessoas.

Surpreendentemente, o mar não é gelado como no Rio de Janeiro. E, quando se trata de inverno, o frio registrado entre seis e oito graus não é considerado intenso pelos russos.

O russo Dimitri G. fez parte deste crescimento. Há um ano e meio, ele e a esposa abriram o Sunny Sochi Hostel no centro da cidade. O casal, que morava em uma cidade distante 40km de Sochi, mudou-se para o centro com objetivo de investir no setor que voltou a ser promissor. ;A grande diferença depois das Olimpíadas foi que passamos a ver mais turistas estrangeiros;, observa. Atualmente, o empreendimento é apontado como o melhor hostel dentre 130 da cidade pelo site de turismo Booking.com, com base em mais de 46 mil avaliações de hóspedes.

Os visitantes que não falam russo, porém, enfrentam dificuldades para se comunicar, assim como em restaurantes e, até, em pontos turísticos da cidade.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação