Nível transformers

Nível transformers

postado em 05/07/2018 00:00
Para ser um Autobot é preciso força, grande capacidade e tecnologia. Tudo o que o Actros tem de sobra. Um veículo de carga não precisa de potência ; já que não vai sair em disparada pelas estradas ; mas, sim, de força (leia-se torque) e em baixíssimas rotações para poder se deslocar de forma linear. Portanto, o motor do alemão é um colossal seis cilindros em linha de 13 litros que gera 510 cavalos. O torque é ainda mais surreal: são 244kgfm em míseros 1.100rpm. Para se ter uma ideia, um superesportivo tem, em média, 80kgfm. É muita força.

O 2651 6X4 equipado com duas carretas (o chamado bitrem) tem capacidade de levar até 74 toneladas, o que justifica a grande capacidade do propulsor. Aliado ao motor, uma transmissão automatizada de dupla embreagem de 12 velocidades ajuda a otimizar a direção. A versão testada estava mais leve, com 57 toneladas. Mas é impressionante como todas as tecnologias embarcadas trabalham para não se perceber a carga mais de 50 mil quilos e, não fosse o tamanho das duas carretas, não haveria nenhuma dificuldade em conduzir o gigante.

A primeira das comodidades para a condução é simples, mas muda a vida do motorista: é a regulagem do volante. Ele fica em uma posição quase semelhante a de um automóvel, de frente para o condutor, facilitando as manobras. As outras inovações são bem mais modernas. A de maior destaque é o piloto automático adaptativo. Como nos carros de passeio, o sistema lê os veículos à frente (de caminhões a bicicletas) e acelera e freia de acordo com a necessidade, sozinho. Outro auxiliar importante é o alerta de permanência em faixa, que avisa sempre que o veículo muda de pista sem ativar o pisca-alerta.

Para aumentar o nível de segurança, o Actros conta com controle de tração, freios ABS a disco com sistema eletrônico, bloqueio deslocamento em rampa (negativo e positivo), freio motor com auxiliar de frenagem (por meio de uma alavanca no volante, é possível ativar o sistema, que conta com cinco níveis de ativação e auxilia o condutor na hora de diminuir a velocidade, sem precisar pisar ativamente no pedal do freio) e luz de circulação diurna em LED.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação