"A União Europeia é um inimigo"

"A União Europeia é um inimigo"

postado em 16/07/2018 00:00
 (foto: Glyn Kirk/AFP)
(foto: Glyn Kirk/AFP)


Na véspera do encontro com Vladimir Putin, em Helsinque, o presidente norte-americano, Donald Trump, listou a Rússia, a União Europeia (UE) e a China como ;inimigos; dos Estados Unidos, por diversos motivos. ;Acho que temos muitos inimigos. Acho que a União Europeia é um inimigo, com o que eles fazem conosco no comércio;, disse o republicano ao programa Face the Nation, da CBS.

;A Rússia é um inimigo em certos aspectos. A China é um inimigo economicamente, certamente são inimigos. Mas isso não significa que eles sejam ruins. Não significa nada. Significa que eles são competitivos. Eles querem fazer bem e nós queremos fazer bem;, acrescentou. Também ontem, a primeira-ministra britânica, Theresa May, revelou à emissora BBC que Trump lhe sugeriu processar a União Europeia.

Na entrevista à CBS, o líder norte-americano repetiu afirmações anteriores de que a UE ;realmente tirou vantagem de nós no comércio;. Ele se queixou de que ;é muito ruim para a Alemanha; que o país depende do gás da Rússia, pelo qual paga ;bilhões; a Moscou. ;A União Europeia é muito difícil. Em um senso de comércio, eles têm realmente tirado vantagem de nós e muitos daqueles países estão na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e não querem pagar suas contas;, emendou, referindo-se aos compromissos no setor de defesa.

A revelação de May sobre o conselho de Trump em relação à União Europeia foi feita durante o programa dominical The Andrew Marr Show, cerca de 48 horas depois do encontro com o magnata, em Londres. ;Ele me disse que deveria processar a União Europeia ante a Justiça. Processar a UE. Não continuar negociando e, sim, processá-la ante a Justiça;, comentou a premiê. ;Mas, na realidade, não, nós vamos negociar;, acrescentou, ao responder sobre uma declaração de Trump que intrigou a imprensa.

;Brutal;
Durante a entrevista coletiva posterior à reunião entre os dirigentes, na última sexta-feira, Trump disse ter sugerido a May um método para levar o Brexit ; o divórcio do Reino Unido em relação ao bloco ; adiante. No entanto, ressaltou que a primeira-ministra ;talvez tenha achado algo muito brutal;. ;Talvez um dia o faça. Se não conseguirem um acordo de saída, pode fazer o que eu sugeri, mas não é uma coisa fácil;, acrescentou Trump, sem esclarecer em que consistia sua sugestão.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação