Deficit de R$ 16,4 bi

Deficit de R$ 16,4 bi

» ROSANA HESSEL
postado em 28/07/2018 00:00

Apesar de a receita líquida ter avançado 2% em termos reais (descontada a inflação), e a despesa encolher 1,1% em junho na comparação com o mesmo período do ano passado, as contas do governo federal continuaram no vermelho e registraram deficit primário de R$ 16,4 bilhões. Foi o segundo pior resultado para o mês da série histórica do Tesouro, iniciada em 1997, atrás apenas do rombo de R$ 19,8 bilhões (em valores correntes) de junho de 2017.

No acumulado do ano, no entanto, as contas combinadas de Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência, o chamado governo central, contabilizaram saldo negativo de R$ 32,9 bilhões, o menor deficit primário no primeiro semestre desde 2015. A Previdência registrou rombo de R$ 90,8 bilhões, enquanto o Tesouro ficou superavitário em R$ 58,3 bilhões. O BC teve deficit de R$ 343 milhões.

Para o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, o resultado do primeiro semestre indica que o cumprimento da meta fiscal deste ano está ;confortável;. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) permite deficit de até R$ 159 bilhões nas contas do governo federal. No entanto, Mansueto reconheceu que haverá um forte crescimento das despesas, principalmente, com abono e 13; salário dos servidores, o que fará o deficit do segundo semestre chegar a R$ 124,3 bilhões, ou seja, R$ 56,5 bilhões a mais do que o resultado negativo do mesmo período de 2017, aproximando o resultado primário da meta.

O economista Pedro Schneider, do Itaú Unibanco, avaliou que o resultado não surpreendeu e ficou dentro das expectativas do mercado. Ele acha que será possível cumprir a meta fiscal, com folga, apesar do discurso pessimista do governo. ;O quadro está tranquilo em relação à meta fiscal e o governo deve entregar um resultado abaixo da meta em cerca de R$ 10 bilhões ou até um pouco mais;, disse.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação