Efeito Facebook faz Twitter cair 20%

Efeito Facebook faz Twitter cair 20%

» GABRIEL PONTE* » MARÍLIA SENA*
postado em 28/07/2018 00:00
 (foto: Andrew Burton/Getty/AFP - 23/9/16)
(foto: Andrew Burton/Getty/AFP - 23/9/16)


Após a derrocada das ações do Facebook, na quinta-feira, as empresas de base tecnológica continuaram apresentando mau desempenho em Wall Street. Ontem, os papéis do Twitter desabaram 20,5% no Nasdaq, índice de empresas de tecnologia da Bolsa de Nova York. A queda refletiu o desapontamento dos investidores com os resultados da companhia no segundo trimestre.

De acordo com o balanço apresentado na manhã de ontem, a companhia amargou, no período, uma perda de 1 milhão de usuários mensais ativos em relação ao trimestre anterior. Como havia acontecido com o Facebook, a informação pesou mais que os dados financeiros positivos. O Twitter teve lucro líquido de US$ 100,12 milhões no segundo trimestre, o terceiro desempenho positivo seguido. As receitas subiram 24% em comparação a 2017, totalizando US$ 711 milhões, fortemente influenciada pela veiculação de publicidade durante a Copa do Mundo.

Na visão dos investidores, porém, a queda do número de usuários, pode ser sinal de complicações no futuro. Para analistas, a perda relaciona-se com as novas políticas de uso estabelecidas pela empresa, que preveem punições para propagadores de discursos de ódio, e a quem compartilha fake news de modo proposital. O Twitter aumentou o número de exclusões e suspensões de contas nos últimos meses, registrando um maior número de perfis retirados de plataformas desse tipo nos Estados Unidos.

De acordo com Maurício Pedrosa, sócio estrategista da Áfira Investimentos, o resultado é consequência das reestruturações das empresas do segmento. ;No caso de companhias da internet, percebe-se um fluxo inicial crescente no valor da marca. No entanto, novas estimativas são feitas pelos investidores. As empresas passarão a crescer a uma velocidade menor, justamente por causa dessas mudanças em relação à privacidade da rede, com a perda de usuários;, explicou.

Segundo Pedrosa, a baixa observada não surpreende. ;É um mercado volátil, ainda mais no setor de tecnologia e internet. A partir de hoje, os números trimestrais vão ser acompanhados com muita atenção. O mercado está mais cuidadoso, até pelo fato de que essas mudanças não são pontuais, mas estruturais;, explica.

O Twitter destacou que, apesar da queda no número de utilizadores mensais na plataforma, houve aumento de 11% na quantidade de usuários diários em comparação anual. O ritmo de crescimento no ano da empresa foi de 2,8%.

No pregão de ontem, as ações do Facebook voltaram a cair: 0,78%. Outras gigantes de tecnologia também tiveram baixa, como a Intel, que recuou 8,59%. As quedas influenciaram, negativamente o Nasdaq, que teve retração de 1,46%.

* Estagiários sob supervisão de Odail Figueiredo

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação