Joanna Maranhão sai de cena

Joanna Maranhão sai de cena

postado em 28/07/2018 00:00
 (foto: Jim Watson/AFP - 18/7/15
)
(foto: Jim Watson/AFP - 18/7/15 )



Joanna Maranhão abandonou as piscinas. Aos 31 anos, a agora ex-nadadora comunicou a decisão de deixar as competições num texto publicado no Instagram. ;E é chegada a hora de encerrar um ciclo de tantos anos. Por 17 primaveras, defendi as cores do Brasil nos mais diversos campeonatos internacionais;, escreveu a pernambucana.

Havia a expectativa de que Joanna Maranhão buscasse a classificação para a Olimpíada de Tóquio, em 2020, o que a levaria a participar pela quinta vez de uma edição dos Jogos. ;A menina que caiu na água aos 3 (anos) e encontrou ali sua essência, sua plenitude, seus maiores pesadelos e também seus maiores sonhos, nem nos mais belos prognósticos se imaginaria tendo a honra de representar o Brasil em quatro Jogos Olímpicos;, celebrou.

Em 2000, com 17 anos, Joanna Maranhão fez história ao terminar a prova dos 400 metros medley na quinta posição na Olimpíada de Atenas. Esse resultado foi o melhor da natação feminina do país na história do evento, ao lado do quinto lugar de Piedade Coutinho, nos 400m livre, nos Jogos de 1936, em Berlim. ;À natação feminina, eu faço um pedido: destruam todos os recordes que ainda existam em meu nome;.

Na carta de despedida, Joanna também fez um agradecimento aos treinadores que a dirigiram, com a exceção daquele que ela acusou de ter abusado sexualmente dela quando era criança, em revelação feita em 2008.

Atuante fora das piscinas em questões políticas e da gestão esportiva, Joanna pediu mais atuação dos colegas e gestões abertas e claras na modalidade. ;Não desperdicem a chance de escrever uma nova história nas páginas da natação brasileira. Chega de segredos, chega de retaliação, chega de bajulação. Que o resultado na piscina, e apenas ele, diga quem será ou não convocado, quem será ou não contemplado.;

Joanna é casada com o ex-judoca Luciano Corrêa e tem uma ONG, a Infância Livre, que realiza palestras para jovens sobre abuso sexual.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação