Na volta, Felipão cutuca Tite

Na volta, Felipão cutuca Tite

postado em 04/08/2018 00:00
 (foto: Fabio Menotti/Agência Palmeiras
)
(foto: Fabio Menotti/Agência Palmeiras )



O técnico Luiz Felipe Scolari chegou ao Palmeiras ontem e teve de responder diversas perguntas relacionadas ao trabalho anterior no comando da Seleção Brasileira. Ao longo dos quase 40 minutos de entrevista coletiva, o novo treinador alviverde afirmou que a derrota por 7 x 1 para a Alemanha, na semifinal da Copa de 2014, não pode apagar o êxito que teve pela conquista de 2002.

O treinador afirmou que, por onde passa, sempre é mais reconhecido pelo resultado do título do que pela derrota há quatro anos. Felipão relembrou que é o último treinador a ter vencido uma Copa do Mundo com o Brasil e citou que, pelo lado negativo, não é o responsável pela derrota mais recente ; no caso, a eliminação na Rússia diante da Bélgica, nas quartas de final.

;No último campeonato mundial do Brasil, eu estava lá. A última derrota não foi comigo, não sou o último derrotado no Mundial. Já passou;, disse Felipão, em um recado indireto a Tite. Os dois se conhecem desde os tempos de Caxias do Sul (RS) na década de 1970, mas a relação entre ambos se deteriorou a partir de 2010. Os treinadores chegaram a trocar farpas no ano seguinte, durante clássico pelo Campeonato Paulista, e depois não tiveram mais proximidade.

Depois da Copa de 2014, o treinador teve uma passagem de oito meses pelo Grêmio e no trabalho anterior permaneceu por dois anos e meio na China, onde ganhou sete títulos em 11 possíveis. Felipão disse ter aprendido muito no Guangzhou Evergrande, principalmente pelo contato com a cultura chinesa e pelo desafio de atuar em um país diferente.

Por isso, ele explicou que volta ao Palmeiras com tranquilidade e sem receios ou traumas pelo resultado na Copa de 2014. ;Não foi normal aquela derrota (7 x 1), mas aconteceu. Não vou ficar remoendo isso;, finalizou.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação