Duelo de alvinegros em crise

Duelo de alvinegros em crise

postado em 04/08/2018 00:00
 (foto: Vitor Silva/SSPress
)
(foto: Vitor Silva/SSPress )


Ainda sem técnico depois da demissão de Marcos Paquetá e em momento ruim na temporada, o Botafogo tem o Santos como adversário, hoje, às 16h, no Nilton Santos, na abertura da 17; rodada do Campeonato Brasileiro. O time carioca busca reagir após tropeços seguidos.

Paquetá foi demitido depois de apenas cinco jogos no comando, com quatro derrotas, resultados que levaram a crise à equipe e a distanciaram da disputa pelas primeiras posições na tabela. O alvinegro carioca soma 20 pontos e está mais perto da zona de rebaixamento do que do pelotão da frente.

O nome mais forte para assumir o Botafogo é o de Zé Ricardo, que acumula passagens pelos rivais Flamengo e Vasco. Enquanto a diretoria não define um novo comandante, o auxiliar Bruno Lazaroni ficará à beira do gramado diante do Peixe. O time tem problemas na lateral esquerda. Moisés sente um desconforto no adutor da coxa esquerda, e Gilson cumpre suspensão.

No Santos, Cuca precisará recuperar o time longe de casa. Após estrear no comando do time com derrota para o Cruzeiro pela Copa do Brasil, na Vila Belmiro, o treinador inicia hoje uma sequência de quatro jogos como visitante, sendo três deles pelo Brasileirão, campeonato em que o time está na zona de rebaixamento.

Com um jogo a menos do que a maior parte dos participantes da Série A, o Santos ocupa a 17; posição, com 16 pontos em 15 partidas. E o retrospecto como visitante na competição não empolga, pois o time venceu apenas um de sete jogos, com dois empates e quatro derrotas.

O momento complicado do Santos exige uma recuperação imediata, ainda mais porque o time não venceu após a parada nas competições na sequência da Copa do Mundo, com três empates e duas derrotas.

A presença na zona de rebaixamento e o retrospecto ruim pressionam Cuca, que vai reencontrar hoje um clube em que teve passagem marcante como técnico e que passa por crise.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação