Lá vamos nós de novo

Lá vamos nós de novo

Protagonistas do grande jogo de quarta-feira pela Copa do Brasil, Flamengo e Grêmio voltam a duelar hoje, mas rival gaúcho escalará reservas, e rubro-negro deve poupar os atletas mais desgastados

postado em 04/08/2018 00:00
 (foto: Gilvan de Souza/Flamengo
)
(foto: Gilvan de Souza/Flamengo )




O Flamengo usará seu numeroso e caro elenco, hoje, na segunda partida seguida diante do Grêmio. Com os duelos decisivos de três competições diferentes em sequência, o rubro-negro deve ter mudanças no confronto das 19h em Porto Alegre, pela 17; rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe carioca volta a encarar o adversário gaúcho apenas três dias depois do empate em 1 x 1 entre os dois, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Os clubes ainda se enfrentarão outra vez, no dia 15, para decidir quem avança às semifinais da mata-mata nacional.

No embate de hoje, o rubro-negro põe em jogo a liderança do Brasileirão, no qual tem 34 pontos, dois a mais que o segundo colocado, o São Paulo, e segue em grande fase na temporada: soma quatro partidas sem derrota, três delas pelo Brasileirão.

O lateral-esquerdo Renê acredita que o embate será diferente em relação ao que terminou em empate. ;Amanhã (hoje), é outro jogo. O Grêmio, mesmo se mudar, é muito difícil. Não muda muito na estratégia;, apostou. ;Eles vão ter a mesma postura, posse de bola, infiltrações, como a gente.;

O técnico Maurício Barbieri usará as informações referentes aos testes físicos realizados pelos jogadores ontem para definir a escalação. Os mais desgastados serão preservados e podem nem ser relacionados para o duelo, enquanto os que têm atuado pouco, como Uribe e Vitinho, que chegaram há pouco tempo, e Berrío, recuperado de lesão recentemente, podem jogar. É difícil imaginar, porém, que haverá muitas mudanças na equipe, dada a importância do duelo e a proximidade do Flamengo com o São Paulo na tabela.

A competição é outra, mas o resultado da partida de ida da Copa do Brasil deixou um gosto amargo nos gremistas, que buscam, enfim, vencer em casa a equipe carioca. O técnico Renato Gaúcho, porém, repetirá o que fez na partida anterior, contra a Chapecoense, e escalará novamente reservas. A intenção é atenuar a maratona de jogos, que inclui outro duelo importante na Argentina, já na terça-feira, contra o Estudiantes, pelas oitavas de final da Libertadores.

Renato não revelou a escalação, porém, a equipe terá apenas uma novidade em relação ao confronto com os catarinenses. Será a entrada do lateral-esquerdo Juninho Capixaba, que fará a estreia com a camisa do Grêmio.

Bressan, recuperado de um problema muscular na coxa direita, está de volta e também vai para o jogo. Alisson se livrou de uma lesão no músculo posterior da coxa que o tirou de combate por dois meses e meio e está liberado. A tendência é de que o atacante entre na equipe no decorrer da partida.

De acordo com o lateral-direito Leonardo, reserva que disputa posição com Madson e Léo Moura, o elenco desta temporada é mais forte, e os suplentes têm capacidade para desempenhar um futebol melhor em relação ao apresentado em 2017. Naquela temporada, quando os reservas foram usados por Renato Gaúcho, acabaram deixando alguns pontos pelo caminho na competição nacional.



;Os jogadores não são robôs, vão sentir. Isso é a lógica, e não temos como mudar. O objetivo é ganhar todos os jogos, mas é preciso ter esse equilíbrio da equipe;

Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, explicando a estratégia de preservar jogadores no Brasileirão


;Concordo quando o Renato fala que os jogadores não são robôs. Compartilho dessa opinião, e estamos tendo que levar isso em consideração neste momento da temporada;

Maurício Barbieri, técnico do time carioca





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação