Cecília Bona, 38 anos, artes plásticas

Cecília Bona, 38 anos, artes plásticas

postado em 08/08/2018 00:00
 (foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)

;O Transborda abre espaço para artistas da cidade e traz a oportunidade de que curadores do circuito nacional conheçam o que está sendo produzido aqui;
Cecília Bona



A luz, o espaço e o tempo pautam as experiências artísticas da brasiliense Cecília Bona, que propõe objetos e instalações capazes de provocar experiências com fenômenos perceptivos e imensuráveis.

Ganhadora do prêmio Funarte de Arte Contemporânea em 2013, ela celebra o Transborda por ser uma premiação que revela os artistas da cidade.

;O Transborda abre espaço para artistas da cidade e traz a oportunidade de que curadores do circuito nacional conheçam o que está sendo produzido aqui. E a seleção, além de dar um bom retorno financeiro, colabora com o acervo da cidade e com a produção dos jovens artistas locais, uma vez que há um pró-labore de aquisição;, diz.

Ela participa com dois trabalhos, o happening Avalanche, registrado em vídeo em 2017, e a videoperformance Travessia, do mesmo ano.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação