Hilan Bensusan, 51 anos, vídeo

Hilan Bensusan, 51 anos, vídeo

postado em 08/08/2018 00:00

;Quando você está de luto, sente-se muito próximo, mas também muito distante, e o telefone parece querer aproximar;
Hilan Bensusan




Hilan, além de ensinar e investigar temas como animismo, hospitalidade e futuros inorgânicos na UnB, também aborda a filosofia em seus trabalhos.

Fez performances e instalações em cidades como Bogotá, Bruxelas, São Paulo, Londres e Paris. O artista afirma que está no caminho de entender a filosofia como uma forma de arte, e de pensar nessa pirâmide entre o pensamento e a percepção.

;Uma põe poeira nos olhos da outra, elas não se necessitam, mas se juntam nesse mosaico interessante. É legal ver a filosofia nessa relação com a arte contemporânea.;

Em obras como Assombração, ele busca transmitir uma reflexão sobre os aparelhos eletrônicos e a comunicação.

Após a morte da mãe, Hilan foi a Paris ; local em que ela morreu ; na tentativa de encurtar a saudade de um ente querido e fazer um panorama sobre a morte.

;Quando você está de luto, sente-se muito próximo, mas também muito distante, e o telefone parece querer aproximar. O vídeo mostra uma tentativa de resolver o problema da distância por meio desses dispositivos;, ressalta Hilan.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação