Rollemberg desfruta de palanque duplo

Rollemberg desfruta de palanque duplo

O candidato à reeleição ao Palácio do Buriti caminhou ao lado do presidenciável Ciro Gomes, do PDT, no fim da manhã. À tarde, correligionários e aliados do governador seguiram ao lado da comitiva de Marina Silva, da Rede

» ANA VIRIATO
postado em 24/08/2018 00:00
 (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)


A chapa do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) dividiu-se, ontem, pela primeira vez na campanha, em dois palanques. O chefe do Palácio do Buriti, candidato à reeleição, escolheu a Ceilândia, maior colégio eleitoral do Distrito Federal, com 134,7 mil pessoas aptas a votar, para realizar um ato político ao lado do presidenciável Ciro Gomes (PDT). O encontro, que ainda contou com a concorrente ao Senado Leila do Vôlei (PSB), ocorreu por volta das 12h, na Feira Central. Às 14h, o nome da coligação à Vice-Governadoria, Eduardo Brandão (PV), e o distrital Chico Leite (Rede), que tentará uma cadeira de senador, acompanharam Marina Silva (Rede) em visita ao Centro de Ensino Fundamental (CEF) 15, no Gama.

Apesar de PSB e PDT não caminharem juntos a nível nacional, Ciro e Rollemberg acertaram uma aliança em Brasília. O candidato ao Planalto interveio, por meio do presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, para garantir o suporte de pedetistas da capital ao chefe do Buriti, primeiro governador socialista a apoiá-lo. Com o acerto, Rollemberg fechou a composição da coalizão ;Brasília de Mãos Limpas;, a qual conta, ainda, com PV, Rede e PCdoB.

Ao chegarem lado a lado à Feira Central de Ceilândia, Ciro e Rollemberg fizeram pronunciamentos, em um total de 13 minutos. Enquanto o presidenciável abordou propostas, o chefe do Executivo local lembrou os feitos da gestão em uma das áreas mais carentes de Ceilândia, o Sol Nascente. ;Fizemos entregas no Trecho 1, estamos na metade do 2 e avançando no 3. Inauguramos, recentemente, uma unidade básica de saúde no local;, destacou.

Os dois, então, seguiram para o almoço em um dos restaurantes do comércio. No percurso, ensaiaram passos de dança ao som do forró pé de serra, ritmo tradicional do Nordeste. Na lanchonete Kome in Pé, pediram uma galinhada. Logo após a refeição, os candidatos voltaram a discursar com a ajuda de um megafone. Desta vez, com troca de afagos.

Enquanto pedetistas da capital preferem não vincular os próprios nomes ao do comandante do Buriti, ; por isso, a maioria não compareceu ao ato ; Ciro rasgou elogios ao socialista. ;Às vezes, a gente tem um tesouro tão perto do olho e do coração, mas não dá o devido valor. Eu vim dizer a todos vocês: cuidem dessa joia. Não está sobrando homem decente como Rodrigo (Rollemberg);, disse o presidenciável. E emendou: ;Antes de ele entrar, o DF estava todos os dias nas páginas policiais, com governadores presos e enrolados em escândalos;, lembrou.

Depois de firmar posicionamento, Ciro, que tinha viagem agendada para Mato Grosso do Sul, deixou o local. Rollemberg usou mais 40 minutos para investir no corpo a corpo. O socialista percorreu diversas bancas para conversar com os feirantes. A caminhada do governador não enfrentou percalços. Fora do usual, apenas integrantes da Comissão de Aprovados no Concurso da Secretaria da Criança, realizado em 2015, reivindicaram nomeações de especialistas e técnicos socioeducativos. O tom, porém, foi ameno: a categoria está ao lado do governador.

Antes da agenda na Feira de Ceilândia, Rollemberg havia peregrinado pelo Mercado Norte, em Taguatinga, por volta das 8h. No restante do dia, dedicou-se aos afazeres do cargo. Conforme a programação do chefe do GDF, ele participou da cerimônia de assinatura dos Termos de Colaboração com as Organizações da Sociedade Civil (OSCs), às 15h.

Em nota, a assessoria do governador explicou que, por ser um agente público, Rollemberg não tem horário de trabalho fixo, sendo governador em tempo integral. ;Segundo entendimento da Justiça Eleitoral, não há impedimento de organizar a agenda da forma que for mais conveniente para o exercício de suas funções;, atestou o texto.

Palanque de Marina

À tarde, no CEF 15, do Gama, Marina Silva assinou um termo de compromisso com a Rede Nacional de Primeira Infância. Ao lado dela, estavam Eduardo Brandão e Chico Leite. ;Havíamos estabelecido o palanque duplo desde a oficialização da coligação. O ato ocorreu em uma escola, que, hoje, é padrão, com ensino integral. É um projeto exitoso de Rollemberg;, ressaltou Brandão.

A aliança entre Rede e PV reflete o cenário nacional. Na corrida pelo Planalto, Eduardo Jorge (PV) é o número dois da chapa de Marina. ;Esperamos unir o nosso grupo do DF em torno do nome dela no segundo turno;, projetou o postulante a vice na chapa de Rollemberg. O apoio à presidenciável numa eventual segunda etapa não seria novidade. Em 2014, ela concorreu à Presidência da República pelo PSB, após a morte de Eduardo Campos.

A candidata da Rede tem histórico favorável no DF. Em 2010, a ex-ministra conquistou 611.362 votos em Brasília, 148.921 a mais do que a ex-presidente Dilma Rousseff. Em 2014, ficou em segundo, com 4.541 votos a menos do que Aécio Neves (PSDB). Na convenção da Rede, em agosto, Rollemberg disse que Marina é ;um quadro excepcional;, mas manteve a preferência por Ciro.


Agenda dos candidatos ao Buriti

Alberto Fraga (DEM)
9h45 - Caminhada na Feira dos Importados
Das 16h às 20h - Café e reuniões em Ceilândia, Planaltina e Brazlândia

Alexandre Guerra (Novo)
18h - Conversa com estudantes da UnB no Minhocão
21h - Reunião com Erickson Blun e apoiadores no Bar Beer Club, na 403 Sul

Eliana Pedrosa (Pros)
Das 20h às 22h - Rodada de entrevistas e sabatina das Associações de bombeiros militares.

Fátima Sousa (PSol)
8h30 - Entrevista à Rádio Planalto
10h - Entrevista Rádio Clube
11h30 - Panfletagem e caminhada, com concentração na Feira Central de Ceilândia
13h - Almoço com a diretoria do SindSaúde
15h - Caminhada em Ceilândia
19h - Panfletagem no IESB de Ceilândia

Guillen (PSTU)
Visita a apoiadores
Ibaneis Rocha (MDB)
9h - Encontro com defensores públicos
12h - Almoço com representantes das carreiras de apoio à Polícia Civil, na Agepol (Setor de Clubes Sul)
14h30 - Reunião com representantes do SindSaúde, no Guará
17h - Festa Agostina da Assoc

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação