Saúde no prato

Saúde no prato

postado em 24/08/2018 00:00
 (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)


No Green;s, não é só com o sabor que o proprietário Rogério Mazer se preocupa. Quando abriu a casa, há mais de duas décadas, a ideia foi servir o que ele mesmo gostava de comer. Entre os cuidados que valem ser destacados está o bufê quase 100% orgânico.

;A gente está quase com o bufê 100% orgânico, raramente não tem alguma coisa orgânica, mas normalmente é todo;, justifica. Sobre o bufê ele declara: ;Eu vejo que as pessoas escolhem o self service por ter a comodidade de almoçar com calma, mas em um período menor;.
Entre as alternativas dispostas no bufê (R$ 54,90, até as 14h; R$ 49,80, depois das 14h; aos sábados, R$ 59), o cliente encontra uma gama de variedades, como o acarajé de soja, a lasanha de abobrinha com brócolis, cogumelos paris e creme de tofu ou a salada de grão-de-bico. ;O grão-de-bico é uma leguminosa excelente para o sistema imunológico;, ressalta.

À noite, vale destacar os caldos, que podem ser adquiridos no rodízio (R$ 22,90), na cumbuca (R$ 18,90) ou ainda para viagem (R$ 26,90).

;Desde julho colocamos alguns clássicos do Green;s nesse bufê, como o estrogonofe, a lasanha de berinjela e a torta de três queijos. Além disso, o cliente encontra cremes, sopas tradicionais e alguns sabores diferenciados, como a indiana;, declara.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação