Pecado capital

Pecado capital

postado em 30/08/2018 00:00
 (foto: Chery Caoa/Divulgação)
(foto: Chery Caoa/Divulgação)


Em pleno 2018, é de se esperar que as montadoras utilizem o que há de mais moderno em seus veículos. Quando falamos de transmissão automática, o óbvio seria uma caixa de seis velocidades, uma dupla embreagem automatizada ou, ainda, uma CVT. Mas nenhuma dessas opções foram escolhidas pela montadora para equipar o Tiggo 2. O câmbio instalado no SUV é, por incrível que pareça, um de apenas quatro velocidades. Segundo o grupo brasileiro, o equipamento já estava previsto para o modelo antes da compra da montadora, por isso, foi mantido.

O motor das versões automáticas é o mesmo das manuais, um 1.5 de 115 cavalos e 14,9kgfm de torque no etanol e 110 cavalos e 13,8kgfm na gasolina, com direção hidráulica (outro deslize, já que a tendência atual é a elétrica). Com isso, o volante do SUV começa a ficar leve em velocidades acima de 60km/h, o que pode ser um risco, principalmente se for necessário realizar alguma manobra brusca. Mas o grande problema não está exatamente na direção. O calcanhar de aquiles do utilitário é a transmissão. Limitada a apenas quatro velocidades, ela não tem fôlego suficiente para trabalhar em baixas rotações.

Todo câmbio automático, naturalmente, conta com um delay nas respostas, mas a do Tiggo 2 consegue demorar ainda mais do que deveria. Para ter uma ação mais imediata, só pisando fundo no acelerador e, como consequência, aparece outro problema, o ruído do motor. O propulsor grita bastante, já em dois mil giros o barulho começa a incomodar. Com a aceleração lenta, manobras como ultrapassagens, saídas e retomadas de velocidades precisam ser feitas com cuidado. No mais, tirando a questão da direção hidráulica, a condução do SUV é correta, sem sustos. Não há sensação de insegurança nas curvas.


Ficha técnica
  • Motor: 1.5 de 115cv e torque de 14,9kgfm (e) e 110cv e torque de 13,8kgfm (g)
  • Dimensões: 4.200mm de comprimento; 1.760mm de largura; 1.570mm de altura e 2.555mm de entre-eixo;
  • Transmissão: manual de 5 ou automática de 6 velocidades
  • Direção: hidráulica
  • Porta-malas: 420 litros
  • Suspensão: independente tipo McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
  • Freios: a disco nas quatro rodas
  • Preço: a partir de R$ 59.990



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação