Rio Branco adia provas

Rio Branco adia provas

» Mariana Fernandes
postado em 21/09/2018 00:00

O Instituto Rio Branco suspendeu a aplicação das provas escritas de língua portuguesa e inglesa do concurso público para diplomatas, que ocorreriam amanhã e depois. De acordo com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), banca organizadora da seleção, as novas datas serão divulgadas hoje.

Embora a banca não tenha explicado por que as provas foram suspensas, o concurso foi questionado. Na quarta-feira, o diretor executivo da Educafro, Frei Davi dos Santos, protocolou representação no Ministério Público Federal (MPF) sobre a duplicação de nomes dos aprovados.

De acordo com o documento, cinco cotistas negros e um candidato com deficiência obtiveram notas superiores à nota de corte da ampla concorrência. No entanto, ao publicar a convocação, os candidatos foram contabilizados em ambas as listas de aprovados. Ou seja, eles estão ocupando duas vagas simultaneamente, o que configura um equívoco de acordo com a lei e com o edital do certame.

Legislação

A representação cita a Lei n; 12.990/2014, artigo 3;, parágrafo 1;, que explica que os candidatos negros aprovados dentro do número de vagas oferecido pela ampla concorrência não serão computados para efeito do preenchimento das vagas reservadas.

A representação pede esclarecimentos com intenção de que o concurso siga da forma justa prevista em edital. A reportagem entrou em contato com o MPF e o Itamaraty, mas não obteve resposta até o fechamento da edição.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação