Técnicos fazem jogo de esconde

Técnicos fazem jogo de esconde

postado em 26/09/2018 00:00

O técnico Maurício Barbieri acredita que o Corinthians adotará uma postura mais agressiva do que a exibida na partida de ida do mata-mata. Em 12 de setembro, no Maracanã, o time paulista atuou de forma bastante defensiva e segurou empate por 0 x 0. O comandante previu um adversário mais ofensivo pelo fato de a equipe alvinegra jogar apoiada pela torcida. Ontem, mais de 30 mil trocaram alimento por ingresso para apoiar a última atividade da equipe comandada por Jair Ventura.

;O jogo que eles fizeram demonstrou algumas possibilidades. Não posso ter a certeza de que eles vão com três volantes, que terão a torcida empurrando ou postura diferente do primeiro confronto. A tendência é eles mudarem isso, pois a própria torcida vai exigir que ataquem mais. Se o Corinthians escolher se manter na defesa, temos que ter calma e tranquilidade para fazermos um bom jogo;, analisou o treinador.

Barbieri também evitou adiantar a escalação do seu time titular para a partida, assim como sequer confirmou a volta do meia Diego, que não atuou na vitória por 2 x 1 sobre o Atlético-MG, no último domingo, no Maracanã, pelo Brasileirão, por estar suspenso.

No Corinthians, Jair Ventura falou sobre a importância do apoio da Fiel na véspera do duelo decisivo com o Flamengo e também escondeu a escalação do time. ;É bom quando acontece (o treino aberto). Essa pressão não tem como ser diferente. É uma pressão benéfica, porque todos aqui estão do nosso lado. Já começamos a entrar no jogo. Só tem que ficar preocupado para não passar do ponto;, disse o treinador.

Jair Ventura repetiu inúmeras vezes a palavra ;equilíbrio; durante a entrevista. Ele disse que a partida decisiva da semifinal da Copa do Brasil, por si só, deixa o jogador mais ligado. ;Não podemos pilhar muito. Tenho uma estratégia diferente para jogos assim. Espero fazer um bom jogo e muito equilibrado;, prosseguiu.

*Estagiários sob a supervisão de Marcos Paulo Lima



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação