Tantas palavras

Tantas palavras

Por José Carlos Vieira Esta seção circula de terça a sábado/ cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901
postado em 02/10/2018 00:00
Sou de Santos

Nasci perto do mar

como Ribeiro Couto.


Com ele, cantei o cais de Paquetá,

cheio de marinheiros, estrangeiros, aventureiros.

Apitos roucos de navios

me atraíram para outras terras,

propostas sedutoras.


Corri mundo,

Vim parar no Planalto CAentral

onde, solitário, entre livros,

contemplo os últimos anos.


Às vezes, à noite,

me encaminho para o lado do Eixo

e me detenho ante os terrenos baldios

(amplidão) da Asa Sul.


Ao longe,

os guindastes das construções

sugerem um cenário de cais.

E o vento me traz com o cheiro do sal

o inútil apelo do mar.

Cassiano Nunes


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação