Cruzeiro joga por milagre

Cruzeiro joga por milagre

postado em 04/10/2018 00:00
 (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press - 21/3/17
)
(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press - 21/3/17 )


O Cruzeiro define hoje, às 21h45, no Mineirão, uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores, em duelo contra o Boca Juniors, envolto em polêmicas e clima de decisão. Derrotado por 2 x 0 no confronto de ida, na mítica La Bombonera, o time contará com o estádio lotado e a formação ideal para alcançar o complicado objetivo.

A grande notícia para o técnico Mano Menezes é o retorno de Arracaeta. O meia uruguaio se recuperou de lesão muscular, que o afastou dos gramados por cerca de 20 dias e o tirou da partida de ida, e voltou a ficar à disposição. Resta saber se o treinador optará por sua titularidade.

No último fim de semana, Arrascaeta atuou por 20 minutos na derrota para o Palmeiras, pelo Brasileirão, e mostrou falta de ritmo. Se Mano optar por deixá-lo no banco, Rafinha segue na equipe. A tendência, porém, é que o uruguaio seja titular, assim como Thiago Neves, que acusou dores musculares no jogo de Buenos Aires.

Outro importante reforço estará na zaga cruzeirense. Após a expulsão injusta no segundo tempo da derrota por 2 x 0 para o Boca, Dedé teve a suspensão automática de uma partida revista pela Conmebol.

Hexacampeão da Libertadores, o Boca tem problemas. Não poderá contar com o lateral-direito Leonardo Jara e o atacante Benedetto, lesionados. No setor defensivo, o treinador deverá escalar o ex-são-paulino Buffarini. No ataque, Villa deve ser o escolhido. Ramon Ábila, ex-Cruzeiro, e Carlitos Tevez ficarão como opções no banco.

Ficha técnica

21h45
Mineirão
Belo Horizonte
Libertadores
Quartas de final (volta)
Transmissão: FOX Sports
Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai)

Cruzeiro
Fábio, Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta; Barcos.
Técnico: Mano Menezes

Boca Juniors
Agustín Rossi; Julio Buffarini, Carlos Izquierdoz, Lisandro Magallán e Emmanuel Mas; Wilmar Barrios, Nahitán Nández e Pablo Pérez; Sebastián Villa, Cristian Pavón e Mauro Zárate.
Técnico: Guillermo Barros Schelotto




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação