Maior abstenção desde 1998

Maior abstenção desde 1998

» Renato Souza
postado em 10/10/2018 00:00


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu ontem a apuração de todos os votos e dados relacionados ao primeiro turno das eleições. De acordo com a Corte, do total de 147 milhões de cidadãos que estavam autorizados a votar, 117 milhões ; 79% do total ; foram às urnas no último domingo, no Brasil e no exterior.

O número de abstenções, ou seja, dos eleitores que não compareceram às seções de votação, foi de 29.941.265 (20,33% dos inscritos em situação regular). Esse é, proporcionalmente, o maior contingente de pessoas que abdicaram do direito de votar desde 1998, quando 21,5% deixaram de se apresentar no primeiro turno. Foram computados os dados de 454.490 urnas.

O deputado Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, teve 49 milhões e 276 mil votos, ou seja, 46% do total de votos válidos ; soma que exclui os aproximadamente 10 milhões de votos nulos e brancos. Fernando Haddad, do PT, que vai disputar o segundo turno com Bolsonaro, teve 31 milhões e 342 mil, ou seja, 29,28% dos votos válidos.

Falhas

Apenas 746 votos ainda não foram computados, pois foram sufragados em urnas que foram retiradas das seções para auditoria. Elas apresentaram falhas apontadas pelos eleitores, mesários, fiscais de partido e presidentes de seção.

Os equipamentos serão periciados e, caso fique constatado que não houve comprometimento da integridade das votações, os dados serão registrados e somados aos demais. Dos eleitores que estavam no exterior, 470 não puderam votar, pois em suas cidades não havia seções eleitorais.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação