Na floresta, à beira do rio

Na floresta, à beira do rio

postado em 10/10/2018 00:00
 (foto: Mayara Mendes)
(foto: Mayara Mendes)




A mata amazônica é surpresa para o visitante. Milhares de árvores que formam uma paisagem impressionante, especialmente para quem está habituado às alturas de prédios geralmente cinzentos. O verde profundo que deixa escapar, vez por outra, o brilho dos raios do sol, forma uma imagem densa. Parece impossível viver naquele lugar. Conhecer as famílias que moram na mata é uma experiência única, e um dos roteiros turísitcos mais interessantes no Pará.

A Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, também chamada de Resex, é uma área de cuidado e preservação à população que vive às margens do Rio Arapiuns, afluente do Rio Tapajós. Os moradores contam com o extrativismo para a subsistência, desenvolvem o plantio de alguns produtos para consumo próprio e a criação de animais de pequeno porte, principalmente com o objetivo de protegê-los.

A comunidade Anã, instalada na Resex Tapajós-Arapiuns conta com 95 famílias residentes. O turista tem a oportunidade de conhecer os projetos de criação de peixe em tanques de redes, do meliopomel ; que são as abelhas meliponas que não têm ferrão e produzem mel ; e da horta comunitária. O espaço tem um redário coletivo com capacidade para 21 redes, para quem se interessa em dormir em contato direto com a natureza, além de banheiros e refeitório.

A Cooperativa de Turismo e Artesanato da Floresta (Turiarte) é responsável por administrar as visitas às comunidades. Na internet é possível conferir todas as informações a respeito. (https:/turiarteamazonia.wordpress.com/)



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação