Mil placas para Marielle Franco

Mil placas para Marielle Franco

postado em 15/10/2018 00:00
 (foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)



Aos gritos de ;Ele não;, um ato em homenagem à vereadora Marielle Franco (PSOL), morta a tiros em 14 de março, encheu as ruas da Cinelândia ontem, no Centro do Rio de Janeiro, e distribuiu mil placas com o nome da parlamentar. O protesto foi contra a destruição de uma placa-homenagem com o nome de Marielle, no mesmo local, por dois candidatos do PSL, partido de Jair Bolsonaro, antes do primeiro turno das eleições. ;Fascistas, fascistas não passarão!”, ;Não seremos interrompidas;, ;Quem mexeu com Marielle atiçou o formigueiro; e ;Os que quebraram a placa da Marielle quebraram a cara; eram um dos hinos que foram cantados pelos manifestantes, que marchavam com as placas nas mãos. Ao lado deles, estavam a viúva de Marielle, Mônica Benício, os pais da vereadora, Marinete da Silva e Antonio Francisco da Silva Neto e colegas parlamentares, como os deputados Marcelo Freixo (estadual) e Jandira Feghali (federal).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação