Africanos lideram número de filhos

Africanos lideram número de filhos

postado em 18/10/2018 00:00


Apesar da redução da distância, dados do relatório global do Fundo de População da ONU demonstram que África e Europa ainda apresentam forte discrepância nas taxas de fecundidade. Nos locais com menos de 1 milhão de habitantes, 43 países apresentam três ou quatro filhos por mulher, sendo que 38 desses países ficam no continente africano. Países com maior nível de desenvolvimento social, como a Europa, têm taxas inferiores a 2,1. Esse é o valor considerado ideal para reposição da população.

Em alguns países da África Subsaariana, as mulheres têm, em média, cinco filhos ao longo da vida. Esse número é maior do que elas gostariam, mas a situação ocorre, principalmente, pela falta de informação e dificuldade no acesso aos serviços de saúde e métodos contraceptivos.

Na Europa e no Sul da Ásia, a situação se inverte, como é o caso de Taiwan, onde a taxa de fecundidade fica em apenas 1,1 filho por mulher. Esse baixo número causa redução no tamanho absoluto das populações. O principal motivo para a diminuição da quantidade de filhos nesses locais é a dificuldade de gerenciar a vida profissional e a dedicação à família. (CV)



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação