Articulação na Câmara

Articulação na Câmara

postado em 28/10/2018 00:00
A principal tratativa do governador com a Câmara Legislativa será a eleição para presidente da Casa, marcada para 1; de janeiro, dia da posse do chefe do Executivo. Oficialmente, o governador não interfere no pleito para o comando do Legislativo. Mas, nos bastidores, o escolhido ganha, tradicionalmente, as bênçãos do chefe do Palácio do Buriti. Diante da perspectiva de vitória de Ibaneis Rocha, é grande a articulação em torno de distritais que apoiaram a candidatura do emedebista, como Cláudio Abrantes (PDT) e Rodrigo Delmasso (PRB) ; o último fechou aliança no segundo turno. Se eleito, Ibaneis deve ter maioria folgada na Câmara.

Na relação com o Legislativo local, o futuro governador terá pela frente o desafio de articular a aprovação de grandes projetos de interesse da sociedade, como a Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos), que está em trâmite nas comissões do parlamento. Na hipótese de Rollemberg conquistar a reeleição, ele terá de negociar a aprovação do texto com os distritais. Se vencer, Ibaneis pode avaliar com aliados a inclusão de mudanças no projeto. As alterações na Câmara, entretanto, são limitadas. Propostas relacionadas ao uso e à ocupação do solo devem ser de iniciativa do Executivo.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação