Comemoração toma conta da Esplanada

Comemoração toma conta da Esplanada

» Geison Guedes Especial para o Correio
postado em 29/10/2018 00:00
 (foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)


Após pouco mais de duas horas do fim da eleição ; pelo menos no Distrito Federal ; e com o início da divulgação da apuração nacional, que indicava a vitória do candidato Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República, diversos eleitores começaram a seguir em direção à Esplanada dos Ministérios. Com a confirmação da vitória, a aglomeração de pessoas ficou intensa. Mesmo antes da rodoviária, o trânsito ficou lento, repleto de motoristas em plena festa, buzinando sem parar.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), desviou o trânsito, sentido Congresso, na altura do Ministério do Planejamento. Os motoristas que desceram rumo à Esplanada pararam no canteiro central e nos estacionamentos dos ministérios. Desse ponto em diante, seguiram a pé, rumo ao Congresso Nacional, até a Alameda dos Estados, onde, segundo a PMDF, 15 mil pessoas comemoravam.

As amigas Tatiana Costa Pinto, enfermeira, 37 anos, e Maria Aparecida Paiva de Carvalho, advogada, 37, desciam em direção ao Congresso. Para elas, o sentimento era de libertação e felicidade. ;Após quatro mandatos ;cleptocrata; do PT, estamos livres deles. Agora é fazer pressão para que essa mudança seja positiva, que seja uma nova história e que as coisas caminhem da melhor forma para nosso país;, disse Tatiana. ;A gente tinha de se livrar desse partido corrupto que queria tomar o poder. Eles perderam, porque a maioria não quis. Eles estão fora e, agora, vamos mudar o país;, acredita Maria.

No ponto da interdição, um grupo abriu um bandeirão com as cores do Brasil e seguiu a pé até o Congresso. O empresário Luis Cláudio Simões, 50 anos, fez o trajeto com a família. Eles levavam uma bandeira do Brasil. ;É uma sensação de liberdade, de ter o país na mão de novo, de não ser roubado novamente. Resolvemos descer com a bandeira como uma manifestação positiva, de símbolo para abraçar a democracia e o nosso país;.

No meio da comemoração, um totem de Jair Bolsonaro chamou a atenção das pessoas, que pararam para tirar foto. A peça foi criada pelos comerciantes Mizanur Shopon, 43, e Regiane Aguiar, 35. Segundo eles, todo mundo que vê pede para tirar foto.

No Rio de Janeiro, eleitores de Jair Bolsonaro comemoraram a vitória nas urnas em frente à casa do presidente eleito, na Barra de Tijuca, zona Oeste da cidade. Em São Paulo, capital, manifestantes contrários a Bolsonaro entraram em conflito com a Polícia Militar no vão do Masp, na Avenida Paulista, onde foram despersados após a PM jogar bombas de efeito moral. Em diversas cidades do interior do paulista, milhares de pessoas foram às ruas comemorar. Em Curitiba (PR), os apoiadores de Bolsonaro foram festejar em frente à Superintendência da Polícia Federal (PF), onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação