Vitória em 16 zonas eleitorais

Vitória em 16 zonas eleitorais

Ibaneis Rocha confirmou o favoritismo e conseguiu a maioria dos votos em quase todas as seções. O atual governador, Rodrigo Rollemberg, liderou em três, uma a mais que no primeiro turno das eleições para o Governo do Distrito Federal

Alexandre de Paula
postado em 29/10/2018 00:00
 (foto: Renato Alves/Divulgação)
(foto: Renato Alves/Divulgação)



Ibaneis Rocha (MDB) venceu com ampla margem em 16 das 19 zonas eleitorais e confirmou a previsão feita pelos institutos de pesquisa às vésperas da eleição. Em apenas três locais, o atual governador, Rodrigo Rollemberg, se saiu melhor.

No primeiro turno, Ibaneis venceu em uma zona eleitoral a mais do que na segunda etapa. Na 11; (Cruzeiro, Octogonal, SMU, Sudoeste e SIG), a vitória de Rollemberg, porém, não foi fácil. O socialista teve 50,71% dos votos. Foram 756 a mais do que o candidato emedebista.

Ibaneis foi o candidato com mais votos na região no primeiro turno (29,25%). No entanto, o advogado teve mais de 60% dos votos em todas as zonas eleitorais onde venceu e conseguiu manter grande vantagem para Rollemberg em todas essas áreas ampliando ou mantendo os bons resultados do primeiro turno.

Em termos percentuais, o melhor resultado de Ibaneis Rocha foi no Recanto das Emas e em Samambaia (na 21; zona eleitoral). Lá, ele alcançou 84,36%, com 65,3 mil votos em números totais. Rollemberg teve pouco mais de 12 mil. No primeiro turno, o resultado de Ibaneis na região havia sido expressivo, com 52,34%, o que corresponde a 40 mil votos.

Em outras duas regiões, ele ultrapassou os 80% do eleitorado. Na zona 17 (Gama), teve 81,17%. Na 4; (Santa Maria), o governador eleito alcançou 82,37%.

Em números totais, a 16; zona eleitoral deu o melhor resultado para o ex-presidente da OAB-DF. A área engloba Ceilândia Norte e Brazlândia. Ibaneis recebeu 81,1 mil votos, o que representou 79,89% do total local.

Plano Piloto

O atual governador teve o melhor desempenho entre os eleitores do Plano Piloto. Na 1; Zona (Asa Sul), 31,8 mil eleitores votaram em Rodrigo Rollemberg (59,58%). Na primeira etapa, Rollemberg teve 17 mil votos na região. Na 14; (Asa Norte, Vila Planalto e Águas Claras), o socialista alcançou 61,13%, o equivalente a 44 mil votos. No primeiro turno, foram 23 mil.

No Cruzeiro, onde conseguiu a única vitória a mais no segundo turno, Rollemberg saiu de 13 mil votos para 26,9 mil. Ibaneis venceu na região no primeiro turno, com 29,25% ; 16,2 mil votos.

Ceilândia

Os disputados votos do maior colégio eleitoral do Distrito Federal foram importantes para a vitória de Ibaneis Rocha. Ceilândia foi o local escolhido pelo candidato para o último ato de campanha, na sexta-feira. Na 20; zona (que conta com diversas quadras da região), Ibaneis conquistou 73,68% dos votos.

Rollemberg também apostava em Ceilândia. Teve inúmeros compromissos de campanha por lá ao longo dos dois turnos e priorizou nos discursos os feitos da gestão nas obras de infraestrutura do Sol Nascente. Assim como no primeiro turno, no entanto, o atual governador não conseguiu conquistar os eleitores ceilandenses. Na 8; Zona (Sol Nascente), o governador conquistou apenas 24,75% eleitores ; teve 23 mil votos contra 71 mil do adversário.




Números

19
Total de zonas eleitorais no Distrito Federal


1.042.574
Número total de votos de Ibaneis Rocha


451.329
Número total de votos de Rodrigo Rollemberg


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação