A visão dos moradores do Entorno

A visão dos moradores do Entorno

ALEXANDRE DE PAULA AUGUSTO FERNANDES Especial para o Correio
postado em 29/10/2018 00:00
 (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)


Além de se deslocar até o Distrito Federal para trabalhar ou estudar, existem moradores de cidades goianas vizinhas a Brasília que também ultrapassam a divisa estadual para votar. Apesar de não haver estatística oficial do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) de quantos eleitores do DF moram no Entorno, somente neste ano 9,9 mil pessoas procuraram a Justiça Eleitoral para transferir títulos eleitorais para Brasília.

Ontem, muitos deles compareceram às urnas para a votação do segundo turno. Moradores do Pedregal, o marceneiro Marcelo de Almeida, 28 anos, e a dona de casa Jéssica de Souza, 25, foram até a Escola Classe 203 de Santa Maria com os quatro filhos para registrar a sua participação nas eleições deste ano. Apesar de não serem residentes do DF, os dois sentem-se ;um pouco brasilienses; e quiseram dar a sua contribuição para a capital do país.

;Moramos durante um ano em Santa Maria e, atualmente, nossos filhos estudam aqui. Diariamente, vemos no noticiário os problemas que acontecem na cidade, e como eleitores do DF, não poderíamos deixar essas eleições de lado. Fico na esperança de que o novo governador possa cuidar bem do DF;, comentou Marcelo.

Moradores de Valparaíso, os amigos Igor Gonçalves, 23, e Evelly Ventura, 25, ambos autônomos, votaram no Centro de Ensino Fundamental 1, no Gama. Para os dois, será fundamental que o chefe do Executivo local até 2022 governe escutando os anseios da população. ;Ele tem que estar ligado à população. Mostrar o que está fazendo e, se possível, pedir dicas. Um governador que não ouve o seu povo não conseguirá fazer um bom trabalho;, apontou Evelly.

Voto em Goiás
Diferentemente dos que votam no DF, os eleitores que compareceram às urnas nas cidades goianas registraram voto apenas para presidente. No primeiro turno, Ronaldo Caiado (DEM) venceu as eleições para governador com 59,7% dos votos. Por isso, o movimento nas seções eleitorais foi tranquilo durante quase todo o período de votação.

A escolha dos eleitores do Entorno refletiu o resultado nacional. Em 23 das 33 cidades pertencentes à área, o candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro, venceu as eleições. O melhor desempenho do capitão da reserva foi na cidade goiana de Abadiânia, onde conquistou 74,5% dos eleitores (com 5,2 mil votos). Já o melhor resultado para Fernando Haddad foi na também goiana Cavalcante. O petista teve 83,68% dos votos, num total de 3204.

Em Valparaíso, onde Bolsonaro venceu com 65,15%, o tecnólogo em radiologia médica Edson Brito, 62, chegou cedo para exercer o direito de voto. Preocupado com o futuro do país, ele espera que o resultado das eleições não seja motivo de mais violência entre os brasileiros. ;Foi difícil para nós, eleitores, escolhermos um lado. Mesmo assim, espero que o novo presidente tenha bom senso e abrace toda a população. Ele não pode defender somente os próprios interesses. Queremos ser bem tratados;, disse.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação