Brasília quebra tabu e vence a primeira na Superliga

Brasília quebra tabu e vence a primeira na Superliga

Maria Eduardo Cardim Especial para o Correio
postado em 01/12/2018 00:00
 (foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press
)
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press )


No fim do feriado de ontem, o Brasília Vôlei conquistou o primeiro triunfo na edição 2018/19 da Superliga Feminina feminina. Em casa, o time enfrentou o Balneário Camboriú e venceu o time catarinense por 3 sets a 1 (25 x 17, 23 x 25, 27 x 25 e 25 x 22). Com os três pontos, o time vai a quatro e se afasta da zona de rebaixamento.

Para o técnico do Brasília, Hairton Cabral, a vitória dá a tranquilidade que o time precisava para buscar outras vitórias. ;O importante é tirar esse peso que estava faltando da primeira vitória. Enquanto não vem isso, a equipe fica tensa;, explica. De acordo com Hairton, a competição começou ontem para o time do Brasília. ;Agora, vamos buscar os primeiros pontos e subir na tabela;. O próximo jogo é na próxima terça-feira contra o Pinheiros, no Ginásio do Sesi Taguatinga.

Num jogo em que ambas as equipes se encontravam em situações quase idênticas e buscavam a primeira vitória na temporada da Superliga, o que se viu foi o equilíbrio. Apesar de o time de Brasília dominar quase todos os momentos do jogo, a equipe da casa sofreu em alguns momentos e chegou a perder um set.

No quarto, o Brasília Vôlei voltou a sentir a pressão do Camboriú, que ficou na frente do placar até os últimos cinco pontos do jogo. Ao conseguir empatar e virar o jogo, o time de Brasília contou com a ajuda da torcida.

O confronto marcou a estreia da argentina Mimi Sosa na Superliga pelo time do Brasília. A documentação dela ainda não estava regularizada. No entanto, o nome da noite foi a jogadora Natália. Ela participou de pontos importantes e foi elei ta a melhor da partida. ;Estou muito feliz. Viemos de uma derrota, mas não abaixamos a cabeça e buscamos essa vitória. O troféu é de toda a equipe, que está de parabéns;, afirma Natália.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação