Curtas 14

Curtas 14

postado em 24/12/2018 00:00
 (foto: CBMDF/Divulgação)
(foto: CBMDF/Divulgação)

Lago Sul

Árvore cai em casa

Uma árvore cedeu e caiu sobre uma residência na QI 15 do Lago Sul que funciona como a sede da Embaixada de Camarões, ontem. Acionados por volta das 12h50, os bombeiros fizeram a retirada. Com o impacto, parte do telhado da casa cedeu, mas não afetou a estrutura. Ninguém se feriu. A árvore atingiu um bloco de salas que funciona como escritório, segundo os bombeiros. Para retirar os galhos do telhado, os militares precisaram cortá-los com auxílio de um serrote. Segundo a corporação, a árvore estava no lote 18 e caiu em direção ao 17. Ao todo, 14 militares atenderam a ocorrência em três viaturas.

Abastecimento,

97,5%

Nível da barragem do Descoberto, medido pela Adasa na tarde de ontem.


Acidente

Pai de vítimas em coma

Até a noite de ontem, era grave o estado de saúde do motorista envolvido no acidente que deixou três crianças mortas na manhã da última sexta-feira. De acordo com familiares, Graciomar Alecrim da Silva, 40 anos, estava internado em coma no Hospital Municipal de Paracatu (MG), cidade onde aconteceu a tragédia. Graciomar e as crianças moravam em São Sebastião e viajavam para Sete Lagoas (MG), quando ele perdeu o controle da direção e bateu em um caminhão de gás no km 153 da BR-040, na altura do Posto da Branca. Graciomar levava os filhos Isabela Duarte Silva, 10, e Renato Duarte Silva, 13, além do sobrinho Hudson Henrique Queiroz de Fonseca, 8. Eles saíram de São Sebastião às 4h. O carro da família, um Fox vermelho, derrapou e atingiu em cheio um caminhão que vinha no sentido contrário. Familiares das vítimas, que viajavam em outro carro, testemunharam a tragédia. O caminhoneiro não conseguiu desviar e acertou a parte de trás do automóvel. O carro de Graciomar ainda colidiu em uma árvore depois da batida. Com o impacto, as crianças foram jogadas para fora do veículo e morreram no local. Todas usavam cintos de segurança. As três crianças foram sepultadas no sábado.

Após colisão

Trânsito livre na 040

A Polícia Rodoviária Federal liberou, às 3h55 de ontem, o trecho da BR-040 que estava interditado desde a manhã de sábado, após um grave acidente envolvendo um ônibus e um caminhão-tanque carregado com 35 mil litros de óleo diesel. A tragédia aconteceu entre os municípios goianos de Luziânia e Cristalina. O motorista do ônibus morreu e 17 passageiros ficaram feridos. Durante a madrugada de ontem, equipes do Corpo de Bombeiros atuaram para limpar a parte da pista que ficou tomada pelo combustível do caminhão ; a batida provocou o vazamento de 10 mil litros de óleo. Além disso, foi preciso transferir o restante do produto para outro caminhão-tanque e retirar da pista o veículo envolvido no acidente. O caminhão-tanque tentou desviar de um ônibus do Exército e bateu de frente com outro coletivo, que levava integrantes da produção e da banda da cantora de música sertaneja Yasmin Santos, no km 77 da rodovia, próximo ao Posto 81, distante 108km de Brasília. O ônibus da artista saiu da pista e tombou. O motorista, de 41 anos, morreu na hora. Os outros 17 ocupantes do veículo ficaram feridos, sendo um, o condutor reserva, em estado grave. Ele foi levado para o Hospital de Base do DF com fraturas múltiplas. Yasmin Santos não estava no veículo. O condutor do caminhão-tanque também se feriu gravemente.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação