» Vozes argelinas

» Vozes argelinas

postado em 03/03/2019 00:00


Sebbah Sofiane, 42 anos, consultor financeiro, morador de Wahran, a 426km de Argel
;Nós temos de mostrar que não concordamos com um quinto mandato para Bouteflika. Quando ele se tornou presidente, não tivemos escolha. O ex-líder Mohamed Boudiaf tinha sido assassinado, e o país se tornou uma grande bagunça. Não temos visto uma profunda mudança para a população. O governo é como se fosse uma máfia. Eles fazem dinheiro e nos dão migalhas.;

Yacine Amara, 39 anos, organizador de eventos, morador de Argel
;Não desejamos ver Bouteflika novamente como presidente. Eles está com 82 anos, doente e não consegue nem mesmo falar. Muitos de nós pensamos que o irmão Said é quem está forçando a permanência dele no poder. Isso, sem falar na corrupção, que se tornou algo comum. Não achamos que Bouteflika esteja interessado em um quinto mandato.;

Mohamed Barka, 27 anos, fotógrafo, morador de Argel
;O povo argelino se opõe a um quinto mandato. O presidente está hospitalizado na Suíça, e partidos populares que o apoiam desejam apontá-lo como candidato, algo inválido de acordo com a Constituição. Não vemos o nosso presidente falar em público desde 2013. As pessoas têm saído às ruas de forma pacífica. Famílias, idosos e crianças que não conheceram o gosto da independência.;

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação