Que craque fará a diferença?

Que craque fará a diferença?

Os jovens Pedrinho e Rodrygo, em degraus diferentes da carreira, são os destaques de Corinthians e Santos, no clássico de hoje

postado em 10/03/2019 00:00
 (foto: Nelson Almeida/AFP - 18/10/18
)
(foto: Nelson Almeida/AFP - 18/10/18 )



No duelo tático entre Fábio Carille e Jorge Sampaoli, dois jogadores em especial guardam a esperança do drible e da criatividade para quebrar esses esquemas no clássico de hoje entre Corinthians e Santos, em Itaquera, pelo Campeonato Paulista, às 16h. O meia Pedrinho e o atacante Rodrygo têm a função principal de fazer o inesperado e tirar seus times de dentro das caixinhas táticas. Principais revelações dos dois clubes nos últimos anos, os jovens estão em degraus diferentes na carreira.

Vendido ao Real Madrid por cerca de R$ 193 milhões, Rodrygo tem contrato até junho e se apresenta ao clube espanhol no mês seguinte. Em 2019, ele participou de quatro jogos e marcou dois gols pelo Santos. Depois de ótimo jogo contra o América-RN, pela Copa do Brasil, ele quer consolidar o bom momento no clássico. ;Marcar em clássico é o mais importante, na base fazia muito. Contra o Corinthians, não fiz nos dois jogos. Espero que dê tudo certo para eu fazer o gol.;

As conversas com Sampaoli se dividem entre o presente e o futuro. Conhecedor do futebol espanhol depois de dirigir o Sevilla, o técnico dá conselhos para que ele não sofra tanto na Europa. ;Falou de intensidade no treino e de reagir rápido depois de perder a bola. São essas as coisas que vão encurtar meu caminho para a adaptação lá;, contou o santista.

Pedrinho ensaiou a transição Brasil/Europa, mas ficou no meio do caminho. Ele teve proposta da China, mas descartou de imediato. Ajax, Borussia Dortmund e até Barcelona e Real Madrid fizeram sondagens, mas elas não se transformaram em ofertas de papel passado. Seu estafe acredita que 2019 é o ano para deslanchar. Pessoas próximas ao meia afirmam que ele está ainda se adaptando às novas funções: a faixa da direita do campo com liberdade para cair pelo meio e a obrigação de marcação.

Ele prefere jogar pelo meio, mas a concorrência é pesada. Pedrinho ganhou espaço com a contusão de Jadson, que se recupera de dores no joelho e deverá jogar apenas meia hora neste domingo. Também está na briga o equatoriano Sornoza, que deu passes para seis gols do time. Pedrinho tem contrato até 2020. O Corinthians se precaveu e fixou multa em 50 milhões de euros (R$ 218 milhões).



;Marcar em clássico é o mais importante, na base fazia muito. Contra o Corinthians, não fiz nos dois jogos. Espero que dê tudo certo para eu fazer o gol;

Rodrygo, atacante do Santos

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação