Marinha: concurso abre 31 vagas na Escola Naval

Marinha: concurso abre 31 vagas na Escola Naval

» Lorena Pacheco
postado em 11/05/2019 00:00
 (foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil - 8/12/18)
(foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil - 8/12/18)

A Marinha do Brasil abriu novo concurso com 31 vagas para admissão na Escola Naval. Desse total, 19 são destinadas a homens e 12 para mulheres ; 20% das chances são reservadas a candidatos negros. Para participar é necessário ter entre 18 e 23 anos de idade em 1; de janeiro de 2020. Também são exigências: ter concluído, com aproveitamento, ou estar em fase de conclusão do 3; ano do ensino médio; não ser casado (a) ou não ter constituído união estável e não ter filhos, condição que deve permanecer durante todo o curso.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.ingressonamarinha.mar.mil.br, de 5 de junho a 5 de julho. O valor da taxa é de R$ 106. Os candidatos serão submetidos à prova escrita objetiva de matemática e inglês, no primeiro dia, e o exame escrito objetivo de física, português e redação no segundo. As datas previstas para as duas etapas são 2; quinzena de agosto e 1; quinzena de setembro. Haverá ainda verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, teste de aptidão física (natação e corrida), avaliação psicológica, verificação de documentos, procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração e período de adaptação.

As provas serão realizadas em Brasília, Rio de Janeiro, Angra dos Reis (RJ), Nova Friburgo (RJ), São Pedro da Aldeia (RJ), Vila Velha (ES), Salvador, Natal, Olinda (PE), Fortaleza, Belém, Amapá, Teresina, Santarém (PA), São Luís, Rio Grande (RS), Porto Alegre, Paranaguá (PR), Florianópolis, Ladário (MS), Santos (SP), São Paulo e Manaus.

O curso é gratuito e terá início em 3 de fevereiro de 2020. Durante as aulas, a bolsa-auxílio é de cerca de R$ 1.176 mensais, além de alojamento, alimentação, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-hospitalar e alimentação. Os alunos que se formam na Escola Naval poderão seguir ser oficiais da Armada, oficiais fuzileiros e oficiais intendentes. As aspirantes do sexo feminino vão obrigatoriamente para esse último quadro.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação